Seis estudantes foram suspensas de uma escola pública na Ceilândia, cidade-satélite do Distrito Federal, após um vídeo ter viralizado nas redes sociais. Nas imagens, as alunas dançam funk seminuas, no banheiro da instituição de ensino, com uma arma de brinquedo apontada para elas.

Trajando calças jeans e sem blusas, as garotas foram gravadas por uma colega que segurava a réplica de arma de fogo. As alunas têm entre 15 e 18 anos de idade e o caso aconteceu na última sexta-feira (30), conforme investigação da Secretaria de Educação do Distrito Federal.

Ainda de acordo com o órgão, todos os envolvidos com a filmagem foram suspensos até a próxima quarta-feira (4). Quatro meninas aparecem dançando, enquanto uma quinta filma a cena. A arma de brinquedo, de acordo com a pasta, foi emprestada por um colega. Todos os seis foram suspensos.

“Todos os estudantes que aparecem nas imagens foram identificados e cumprem suspensão”, afirmou em nota enviada à imprensa.

View this post on Instagram

Ceilândia: Alunas aparecem dançando seminuas em banheiro do CEF 11 Cinco estudantes do CEF11 em Ceilândia, foram suspensas até quarta-feira (4), por dançarem funk seminuas, uma das jovens dançava e apontava para as amigas um simulacro de pistola. Segundo a Secretaria de Educação, o caso aconteceu no dia 30 de agosto, na última sexta-feira em um banheiro do Centro Educacional (CED) 11 em Ceilândia. A Delegacia da Criança e Adolescente (DCA), foi acionada e está investigando o caso. A direção do CEF 11, juntamente com os pais das alunas, estarão reunidos na próxima quarta-feira (4), para avaliar quais medidas devem ser tomadas com as alunas envolvidas no vídeo. #dca #menores #meninas #funk #ced11 #ceilandia #ocorrencia #escola #1minutodf

A post shared by 1 Minuto DF (@1minutodf) on

“Fiquei bem surpreso quando vi as imagens, até porque as meninas sempre foram tranquilas e nunca deram problema aqui. O aluno dono do brinquedo não sabia que as estudantes iriam gravar aquele tipo de vídeo. Na verdade, ele trouxe a arma para mostrar para um colega, que também gosta de videogame”, disse o diretor Jairton Câmara, sobre o vídeo em que as alunas dançam funk, em entrevista ao portal ‘Uol’.

A Delegacia da Criança e do Adolescente também foi acionada. “Os pais foram chamados à escola para tomarem conhecimento da infração. Não serão tolerados atos de violência no ambiente escolar”, completa a nota.

Segundo a Polícia Militar, a arma de brinquedo foi apreendida. A corporação também informou por nota que apesar de uma adolescente ter filmado e a outra ter transmitido “cenas de duvidosa moralidade de cunho íntimo, referentes às demais adolescentes”, o caso não se enquadra no conceito de “sexo explícito ou pornográfico”. Portanto, nenhum jovem foi apreendido.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Brasil
Comentários estão fechados.

Leia também

Refém após assalto em Viracopos revela conversa com criminosos: ‘Achei que era minha hora’

Assalto em aeroporto de Campinas causa momentos de terror; veja imagens Um serralheiro fei…