Incrível como tudo anuncia estar em desordem neste tempo no qual vivemos. De nações a pessoas, tudo confuso. São pensamentos, vontades e emoções, tudo desordenado. Diariamente convivemos no território das terríveis batalhas. Das pessoais as coletivas, das religiosas as corporativas e das corporativas as nacionalistas. Parece que tudo é convidativo para conflitos e atitudes que resultam em discórdias, distanciamentos e divórcios que vão do casamento as amizades, dos pactos aos contratos. Daí provavelmente nosso mundo dos doentes, dos feridos e dos amputados.

Necessitamos urgentemente fazer uma leitura do tempo em que vivemos para que possamos nos esforçar ao máximo em iniciar um processo de mudanças, de restauração, de renovo. No livro do Evangelho de Lucas (12.54-56), Jesus diz aos ouvintes: “Dizia ele à multidão: “Quando vocês vêem uma nuvem se levantando no ocidente, logo dizem: ‘Vai chover’, e assim acontece. E quando sopra o vento sul, vocês dizem: ‘Vai fazer calor’, e assim ocorre. Hipócritas! Vocês sabem interpretar o aspecto da terra e do céu. Como não sabem interpretar o tempo presente?” – Discernir nosso tempo e todo seu mal deve ser um desafio afim novas ações, novas atitudes e comportamentos para mudanças significativas. Até porque, pelo meu dia a dia, o número de pessoas infelizes supera em muito o das felizes.

Começar a colocar a casa em ordem deve passar a ser um dos nossos objetivos e sem dúvidas mais um grande desafio. COLOCAR A CASA EM ORDEM! É como se tudo, inclusive em nosso âmbito pessoal, esteja denunciando e acenando para uma ação que deve ser executada e em caráter de urgência para um tempo como esse em que vivemos. Nossa missão? A organização de tudo, mas de tudo mesmo! Do interior ao entorno, do entorno ao mais distante, produzindo transformações significativas e contagiosas!

Devemos ir atrás da excelência de uma boa arrumação, do encorajamento que nos direciona para a devida doação e boa vontade. Devemos nos mover através de item por item, fazendo uma simples pergunta: isso nos desperta alegria, crescimento e coletividade? Se sim, isso fica. Se não, isso vai embora. O que poderia ser mais simples que isso?

Percebo que as pessoas estão saturadas de coisas espalhadas sobre outras coisas. Novas emoções sobre outras ainda não superadas, novas tarefas em cima de outras ainda não concluídas. Cobranças em cima de cobranças. Mentiras sustentando outras mentiras.

Resultado: pane total e tais acontecimentos perturbadores ocorrem no âmbito pessoal, nos governos, nas empresas e nas instituições religiosas. Novamente, resultados: medos, frustrações, estresse, depressão e por aí em diante.

Para muitos de nós é muito difícil até tentar enxergar onde poderíamos guardar novos conflitos quando já estamos abarrotados com os antigos. Isso mesmo, nossa época, um tempo de pressão sobre pressão e haja estrutura emocional para suportar tamanha carga.

A resposta? “Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na hora da angústia.” (Salmos 46.1). É isso mesmo e pura questão de fé! Se nos vemos cercados por circunstâncias difíceis e problemas de diversas ordens…, são nesses momentos que gritamos: há, como é bom quando o socorro vem! Deus se propõe a ser parceiro, melhor, general (com a maior patente) no nosso campo de batalha! De verdade! Se o problema está em nossa família, negócios, relacionamentos, o efeito é o mesmo: Alívio quando o socorro vem! E esse alívio, liberta nossa alma, nosso coração, nossas emoções! Deus se propõe em nos auxiliar!

Todos temos a capacidade de fazer uma leitura do que a vida conserva para nós, principalmente que ela nos vende sonhos dos quais não precisamos com promessas com as quais não pode cumprir. Essa percepção deve produzir forte resistência contra tais aquisições para não nos complicarmos ainda mais. Apesar de tantas insatisfações, não podemos continuar a tampar esses buracos emocionais com brinquedos. Temos de acreditar que nossas conquistas devem nos fazer felizes, mesmo que algumas evidências tentem apontar para longe disso. Pode ser uma forma estranha, mas em determinados momentos teremos de caminhar pela fé.

Que benção quando conseguimos enxergar que nosso relacionamento com as coisas desta época está fora de ordem. Então nosso grande desafio passa a ser COLOCAR A CASA EM ORDEM, para que as tão sonhadas paz e esperança sejam o foco de cada dia. Uma simples iniciativa pode começar a coçar nossa coceira e sossegar nossa inquietude! A vergonha poderá ser substituída pela alegria.

Ao passar por este processo, nos tornaremos ainda mais encorajados a ser menos dependentes das coisas que são meras ilusões e roubam nossa energia. Que nos enfraquece e nos deprimem. Sim, menos possuídos por elas. Dos pensamentos, das vontades e das emoções desordenados. Restabeleceremos nosso relacionamento com o que de melhor possuímos em nosso interior, ao invés de controlados pelo espírito dessa época.

O espirito dessa época: nada mais, nada menos que ingrato, egoísta, solitário, vingativo, soberbo, sensual e consumista. Engajemos nossas emoções em liberar a gratidão pela oportunidade de poder desenvolver uma vida melhor e em todos os sentidos.

Salmos 121.1-2 “Levanto os meus olhos para os montes e pergunto: De onde me vem o socorro? O meu socorro vem do Senhor, que fez os céus e a terra.” – Os “montes” citados nesse texto era o local onde ficava o templo que, naquela época, representava àquele povo a presença viva de Deus no meio deles. O salmista buscava encontrar a presença de Deus, pois sabia que o seu socorro estava em Deus. Veja bem, encontramos a presença de Deus! Principalmente em meio ao caos!

Quão libertador isso é! Afinal de contas todo o acumulativo, tudo que é opressor e o materialismo é uma das pragas mais mortais na vida moderna. Sem contar a ganância que promove um dos territórios mais hostis para se viver. Guerras atrás de guerras. Portanto, ter paz e esperança para colocar A CASA EM ORDEM parece ser uma espada robusta colocada na mão no momento certo.

Organizar “nossa casa”, mentes e corações, encontrarmos o bom senso de onde todas as nossas coisas já estiveram um dia, certamente nos tempos atuais deve ser algo de grande importância. Principalmente para que novas atitudes despertem nossa capacidade para mudanças. Talvez apenas uma porção menor das coisas.

A vida é realmente e somente sobre como cada coisa, ou pessoa, nos faz sentir? Profissionais consultores (Coach) e médicos nos alertam corretamente sobre permitir narcisistas (uma pessoa que admira exageradamente a sua própria imagem e nutre uma paixão excessiva por si mesmo.) e outras pessoas tóxicas nos abusarem.  Temos de substituir nossa negligente e insensível atitude sobre nossas vidas pela sabedoria, a qual adquirimos pelo tempo e pelas tempestades, assim também pela inteligência emocional que nos mantem sóbrios em meio as tantas pressões do dia a dia.

Que digamos adeus para tudo aquilo que não precisamos, que não devem fazer parte das nossas vidas, que nos enfraquecem no campo das batalhas. Nossas bugigangas, o que é sem utilidade e ocupa espaço à toa em cada um de nós, realmente não irá nos fazer felizes agora e nunca. Que possamos manter com gratidão o que de positivo já possuímos e despertam nossa esperança em mudanças. Vamos arrumar essa confusão no coração!

Se o nosso coração estiver ocupado pelos princípios e valores corretos, eles farão com que estejamos em segurança contra as invasões adversas dos nossos inimigos.

“A vida tem sabores e dessabores, contudo, é preciso prosseguir.” – meu amigo Anderson Flávio.

“E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus.” Filipenses 4.7

Receba as “Notícias De Indaiatuba’ no Seu WhatsApp Os leitores que solicitarem o serviço gratuito irão receber, direto nos seus aplicativos, as principais notícias do dia. Estar sempre conectado aos aplicativos de mensagens instantâneas, como o WhatsApp, não significa estar desinformado. Com o Notícias de Indaiatuba, você pode receber diariamente as principais notícias do dia no seu celular. Para participar, basta adicionar nos seus contatos o número (19) 98122-4163 e enviar uma mensagem pelo WhatsApp, enviando a palavra “Notícias de Indaiatuba” (quem já é adepto do serviço continuará recebendo as notícias pelo número divulgado anteriormente). O esquema de envio será via lista de transmissão. Isso significa que os leitores que optarem por receber o conteúdo só serão notificados pelo Notícias de Indaiatuba, que administra o grupo.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias
Comentários estão fechados.

Leia também

Salmão Flakes com Geleia de Laranjinha Kinkan

A Sabores do Sul TV sai do estúdio e vai até o restaurante Floriano Spiess – Cozinha de Au…