Modelo terá variante híbrida flex e o mesmo design frontal das versões hatch e perua

A nova geração do Toyota Corolla já apareceu na versão hatchback (que inclusive está sendo vendida na Europa e EUA) e, mais recentemente, na carroceria perua. Mas, cadê o sedã, justamente o modelo que importa para nós? Tudo indica que ele só começará a ser vendido no início de 2020, não só aqui como também nos Estados Unidos, como diz o site Cars Direct, citando ordens de pedido de concessionários na terra do Tio Sam.

Toyota Corolla 2020 - Flagra nos EUA
Toyota Corolla 2020 - Flagra nos EUA

Esta demora deve se repetir no Brasil. A Toyota anunciou recentemente um investimento de R$ 1 bilhão para a fábrica de Indaiatuba (SP), valor que será usado para modernizar o complexo – ou seja, torná-lo capaz de produzir os carros com a nova plataforma modular TNGA. A marca diz que a reforma deve ser finalizada em 18 meses (um ano e meio), o que empurraria a produção do sedã para 2020. Apostamos em uma apresentação do modelo em março de 2020, mantendo a tradição da empresa de lançar os novos Corolla neste mês.

Muito do que foi visto no Corolla Hatchback e Corolla Touring será levado para a versão sedã. O design será semelhante, com os faróis e lanternas angulares e a grande frontal enorme que vai até o para-choque. O mesmo deve acontecer com o interior, muito mais limpo e moderno do que o Corolla atual. Nada de reloginho no painel ou de rádios com aspecto de anos 1990. O painel agora pode ser totalmente digital nas versões mais caras, além de contar com uma central multimídia com tela flutuante e maior tamanho.O freio de estacionamento passa a ser elétrico. E até o volante foi atualizado, com desenho do Camry e todos os comandos nele, ao invés da haste na coluna para controlar o piloto automático.

Toyota Corolla - Flagra do hatch no Brasil

Flagra enviado aos nossos colegas do FlatOut! mostra o hatch em testes no Brasil, mas só teremos a versão sedã

A Toyota aposta em dois pilares para seus novos projetos. O primeiro é a segurança, equipando todos os seus veículos com uma boa lista de equipamentos, como controle de cruzeiro adaptativo com detecção de placas, assistente de permanência em faixa, farol alto automático, sistema pré-colisão com detecção de pedestre e mais. Porém, isso é lá fora e ainda não sabemos se farão o mesmo no modelo nacional.

O segundo pilar é mais interessante para nós por estar praticamente confirmado. Todos os carros da Toyota terão uma variante híbrida – até mesmo a picape Hilux. Não será diferente com o Corolla, que terá uma mecânica semelhante à do Prius, com motor 1.8 a combustão e outro elétrico. A fabricante está trabalhando com afinco na versão flex deste conjunto, rodando com um Prius bicombustível pelo Brasil. Esta motorização equipará o novo Corolla feito em Indaiatuba.

Toyota Corolla
Toyota Corolla Hatchback 2019: Primeiras impressões

O outro motor da linha será o 2.0 atualizado com injeção direta, que aposentou o 1.8 no exterior. Ele gera 170 cv e 21,4 kgfm, valores consideravelmente maiores do que os 154 cv e 20,7 kgfm do Corolla 2.0 atual vendido no Brasil. Em ambos os casos, o câmbio será uma evolução do CVT atual, com uma primeira marcha fixa.

Montar a plataforma TNGA em Indaiatuba ainda permitirá que a Toyota finalmente lance um SUV compacto para o Brasil. Esqueça o C-HR, é um modelo muito caro para o nosso mercado. Durante o último Salão de Tóquio, a empresa deu dicas de que poderia criar um modelo inédito, inspirado no conceito Daihatsu DN Trac.

Fonte: Cars Direct

Galeria: Toyota Corolla 2020 – Flagra nos EUA

Artigos relacionados
Carregar mais por redação
Carregar mais em Notícias
Comentários estão fechados.

Leia também

Viracopos inicia Operação Fim de Ano com expectativa de 834 mil passageiros

O Aeroporto Internacional de Viracopos inicia hoje (14/12) a Operação Fim de Ano/Feliz 201…