O Instituto Biológico de Campinas utiliza uma técnica inovadora, onde um agente de controle biológico (um fungo) atua no combate ao carrapato-estrela, transmissor da febre maculosa, cujo maior hospedeiro é a capivara.

A cidade de Salto passa a ser a primeira do estado de São Paulo, através de convênio firmado com o Instituto Biológico da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios da Secretaria de Agricultura do Estado de São Paulo, a atuar no manejo de carrapatos em áreas de parques, adjacências e locais de risco do município. O Termo de Cooperação foi assinado nesta segunda-feira (22), no Parque Rocha Moutonnée.

O Prefeito Geraldo Garcia, ao lado dos secretários de Meio Ambiente César Piva, da Saúde Flávio Vitale Filho, recebeu o Diretor Geral do Instituto, Antônio Batista Filho, para assinatura do termo de cooperação; que contou com a explanação sobre os trabalhos que serão realizados em Salto, feita pelo pesquisador Dr. Paulo Sampaio, por meio de painéis e material multimídia.

No cronograma de trabalho divulgado será possível a conclusão do mapeamento dos parques, a começar pelo Parque da Rocha Moutonnée e Parque do Lago; implementar as medidas de controle para aplicação imediata; capacitação de servidores municipais; palestras, entre outros.

Também estiveram presentes no evento: o Diretor do Centro Avançado de Pesquisa de Proteção de Plantas e Saúde Animal, Dr. Daniel Franco; do Diretor da Unidade de Referencia Laboratorial de Controle Biológico de Campinas Dr. José Eduardo Marcondes de Almeida; da Coordenadora do Projeto Drª Márcia Mendes e equipe do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Sanidade Animal; o Presidente da Câmara de Salto, Luiz Carlos Batista e os vereadores Clodoaldo Martins de Oliveira, Edemilson dos Santos, Lafaiete Pinheiro dos Santos e Márcio Conrado.

Os síndicos de condomínios e representantes de empresas que rodeiam áreas que apresentam população de carrapatos, a imprensa regional também estiveram presentes.

A cidade de Salto, devido à grande incidência de capivaras em várias localidades, já apresentou casos comprovados de febre maculosa, inclusive com mortes. Há muitos anos busca-se alternativas para tentar diminuir a proliferação do carrapato-estrela.

Empresa Saltense já testa o agente biológico: sem riscos à população humana nem ao Meio Ambiente

No mês de agosto, o Prefeito de Salto, Geraldo Garcia, junto com o secretário da Saúde, Flávio Vitale Filho, o secretário do Meio Ambiente, César Piva e o biólogo do Departamento de Zoonoses, Leandro Bernardes, estiveram no Instituto Biológico de Campinas para conhecer um estudo sobre controle da população de carrapatos.

A visita foi acompanhada também pelo diretor da Toyobo do Brasil, Minoru Takahashi, cuja empresa, localizada em Salto, já testa o agente biológico utilizado nesta técnica desenvolvida pelo Instituto.

Durante o encontro foram discutidos os resultados obtidos com a pesquisa realizada pelo Instituto em que um agente de controle biológico se torna eficaz para a diminuição da população de carrapato-estrela. “Este bloqueio orgânico, ele é eficaz para o controle desta população e pode ser mais uma ação de combate ao vetor da febre maculosa”, destacaram os pesquisadores.

O Prefeito apresentou otimismo com a nova descoberta, após vários anos em busca de alguma solução e agradeceu o empresário Minoro, da empresa Toyobo por informar sobre o novo estudo, e pelo agendamento da visita ao Instituto para conhecer os detalhes.

Fotos do evento:

Assinatura de Convênio (11)

Artigos relacionados
Carregar mais por redação
Carregar mais em Notícias
Comentários estão fechados.

Leia também

Viracopos inicia Operação Fim de Ano com expectativa de 834 mil passageiros

O Aeroporto Internacional de Viracopos inicia hoje (14/12) a Operação Fim de Ano/Feliz 201…