Três são detidos por boca de urna em Campinas

Divulgação

Três são detidos por boca de urna em Campinas

As eleições transcorrem de forma tranquila em Campinas, porém, alguns problemas foram registrados até as 12h deste domingo (07). Segundo Márcio Frizzarin, comandante da Guarda Municipal, três pessoas foram detidas por boca de urna. O crime pode render pena de seis meses a um ano de reclusão. Houve também um protesto no Km 72 da Rodovia Santos Dumont, sentido Indaiatuba, nas proximidades do Jardim Itatinga. Pneus foram queimados na via, que ficou bloqueada completamente, entre 8h20 e 8h40. Segundo a AB Colinas, concessionária responsável pelo trecho, houve 200 metros de lentidão e o trânsito foi normalizado às 9h. Os manifestantes empunhavam uma faixa com a mensagem: “Não vote, lute”. A barreira de proteção, que divide a autoestrada, foi pichada com o dizer: Não vote”.

Ainda pela manhã, a Polícia Militar foi chamada na Escola Estadual Joaquim Pedroso Sargento situada na Rua Carlos Renato Frederico nº 265, no DIC I. Duas urnas eletrônicas foram vandalizadas durante a madrugada, apesar da presença de um PM no local. Segundo a Corporação, a fechadura da sala em que as máquinas estavam foi quebrada e os equipamentos tiveram seus cabos cortados. A sala foi isolada e as urnas foram substituídas. Duas seções precisaram ser alocadas em um mesmo espaço, resultando em atraso de aproximadamente 20 minutos no início da votação. A ocorrência foi apresentada na Polícia Federal. Ninguém foi preso.

Escrito por:

Agência Anhanguera

Fonte: Correio RAC

Artigos relacionados
Carregar mais por redação
Carregar mais em Notícias
Comentários estão fechados.

Leia também

Petit Gâteau de chocolate e recheio cremoso

Foto: Divulgação Esta receita de petit gâteau de chocolate com recheio cremoso é do livro …