Investigação resultou na apreensão de aeronaves que serviam ao tráfico internacional

Nesta semana, a Polícia Civil promoveu duas ações de combate ao tráfico que representaram um grande avanço no enfrentamento ao crime organizado no interior do Estado.

As ações de campo, resultado de longos serviços de investigação, ocorreram nas cidades de Sumaré, Americana, Jundiaí, Sorocaba e Birigui e foram coordenados pela 2ª Delegacia Seccional de Campinas e pela Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise) de Americana.

Os policiais civis apreenderam oito aeronaves, objetos e documentos relacionados a uma facção criminosa, em diversos municípios do Estado de São Paulo. Os últimos materiais foram recolhidos na última terça-feira (8), fechando um ciclo de investigações iniciadas no mês de abril do ano passado.

Investigações

As apurações, realizadas por agentes da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise) de Americana, buscam desarticular a organização que atua no tráfico internacional de drogas e na lavagem de dinheiro. Ao todo, foram apreendidos sete aviões e um helicóptero.

As aeronaves, que são avaliadas em cerca de R$ 18 milhões, foram recolhidas nas cidades de Americana, Jundiaí, Sorocaba e Birigui. O líder da organização foi preso em 31 de agosto deste ano, no município de Prado, no sul do Estado da Bahia, em cumprimento de um mandado de prisão federal.

Ele era procurado por mandado expedido pela Justiça Federal em razão de aeronave que saiu de Americana no mês de abril de 2018 e foi apreendida com 458 quilos de cocaína em Carauari (AM), quando o piloto, morador de Hortolândia, e outras três pessoas foram autuadas em flagrante.

Apreensões

Durante as investigações, em 31 de outubro de 2018, uma das aeronaves investigadas, objeto de lavagem de dinheiro, foi apreendida na Província de Guaricó, na Venezuela, em área considerada como utilizada por traficantes para embarcar a droga com destino a outros países, inclusive o Brasil.

Outros investigados foram presos nos estados de São Paulo, Goiás e Amazonas. Durante as prisões, foi apreendida 1,3 tonelada de cocaína, que seria encaminhada à Europa. As ações tiveram participação da Polícia Civil de São Paulo, Polícia Militar de Goiás e Amazonas, Força Aérea Brasileira e Polícia Federal.

“A investigação continua com o intuito de identificar outras aeronaves que são utilizadas para essa finalidade. Nós já temos conhecimento de que existem pelo menos cinco delas que deverão ser apreendidas”, explica o delegado Luis Carlos Gazarini, titular da Dise de Americana.

Desativação de laboratório

Uma investigação coordenada por policiais civis da 2ª Delegacia Seccional de Polícia de Campinas foi responsável por desativar um laboratório utilizado para o refino de drogas no município vizinho de Sumaré. Ação ocorreu na noite da última quarta-feira (9).

A unidade monitorava, desde agosto, uma célula envolvida com o tráfico de drogas na região. Na noite desta quinta-feira (10), cinco policiais civis da 2ª Seccional de Campinas, com o apoio do Garra, foram a campo e localizaram, em Sumaré, um laboratório utilizado para o refino de entorpecentes para comercialização.

Assim que avistaram a aproximação da equipe, dois indivíduos fugiram do local, abandonando dois automóveis que foram recolhidos ao pátio para perícia. No interior do imóvel foram apreendidos 23 quilos de cocaína; 4,5 quilos de maconha; um simulacro de arma de fogo; munições de calibre .9mm e .38; nove aparelhos celulares, 30 mil eppendorfs vazios; duas balanças de precisão e uma prensa, além de utensílios característicos do preparo de cocaína para venda.

O caso foi registrado na 2ª Seccional e as investigações prosseguem de modo a localizar os integrantes dessa associação criminosa. Todo o material apreendido foi encaminhado ao Instituto de Criminalística da região e será submetido a perícia.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Região
Comentários estão fechados.

Leia também

Justiça Eleitoral implanta posto para cadastramento de biometria no Polo Shopping

Notícias Justiça Eleitoral implanta posto para cadastramento de biometria no Polo Shopping…