Quer receber as principais Notícias de Indaiatuba e região pelo Facebook Messenger? Inscreva-se agora.

PF de Sorocaba investigou rede de compartilhamento de material pornográfico — Foto: G1/Reprodução

A Polícia Federal em Sorocaba (SP) deflagrou a Operação Moikano 2, que investiga redes de compartilhamento de arquivos com conteúdo pornográfico infantil, na manhã desta quinta-feira (14). Mandados foram cumpridos em Americana (SP), Vinhedo (SP), Santo André (SP), Serra Azul (SP), Simões Filho (BA), Fortaleza (CE) e Ipixuna do Pará (PA).

Segundo a PF, foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão expedidos pela 1ª Vara da Justiça Federal. Dois homens foram presos em flagrante por armazenar pornografia infantil, um em Ipixuna e outro em Americana.

O suspeito preso em Americana pagou fiança e vai responder em liberdade. O outro homem preso em flagrante no Pará continua na prisão.

A PF em Sorocaba vai receber todos os documentos apreendidos na segunda etapa da operação.

PF vai receber documentos apreendidos na 2ª etapa da Operação Moikano

PF vai receber documentos apreendidos na 2ª etapa da Operação Moikano

A operação é um desdobramento da Moikano 1, de 30 de junho de 2015, por conta da descoberta de uma rede de compartilhamento pela internet de arquivos com exposição de crianças.

A identificação dos oito suspeitos foi realizada a partir da análise do conteúdo do material apreendido na primeira fase. Em 2015 foram identificados 50 suspeitos brasileiros e 70 suspeitos em outros países.

Na época, os 81 mandados de prisão e busca e apreensão foram expedidos pela Justiça em 13 estados brasileiros e no Distrito Federal, e 27 pessoas foram presas. Todos armazenavam ou compartilhavam material pornográfico infantil e alguns estupravam e produziam o próprio material, segundo a Polícia Federal.

O nome da operação veio do apelido Moikano que um homem preso em Itu (SP) em 2014 usava na internet. Foi por meio da investigação do material apreendido na casa dele que os policiais descobriram a rede mundial de compartilhamento de fotos e videos pornográficos com crianças e adolescentes.

Na primeira fase da operação, um homem foi preso em flagrante em Salto (SP) por armazenamento de arquivos com material pornográfico infantil.

A pena pela divulgação de imagens pornográficas envolvendo crianças e adolescentes é de três a seis anos de prisão.

Receba as “Notícias De Indaiatuba’ no Seu WhatsApp Os leitores que solicitarem o serviço gratuito irão receber, direto nos seus aplicativos, as principais notícias do dia. Estar sempre conectado aos aplicativos de mensagens instantâneas, como o WhatsApp, não significa estar desinformado. Com o Notícias de Indaiatuba, você pode receber diariamente as principais notícias do dia no seu celular. Para participar, basta adicionar nos seus contatos o número (19) 98122-4163 e enviar uma mensagem pelo WhatsApp, enviando a palavra “Notícias de Indaiatuba” (quem já é adepto do serviço continuará recebendo as notícias pelo número divulgado anteriormente). O esquema de envio será via lista de transmissão. Isso significa que os leitores que optarem por receber o conteúdo só serão notificados pelo Notícias de Indaiatuba, que administra o grupo.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Região
Comentários estão fechados.

Leia também

Salmão com legumes

No tradicional almoço de Páscoa, muitas pessoas buscam nos peixes uma alternativa ao consu…