Nesta sexta-feira (5), o governador João Doria garantiu que as 59 unidades do Bom Prato, em São Paulo, continuará ofertando três refeições diárias, incluindo finais de semana ou feriados.

De acordo com o anúncio, o programa, coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Social, seguirá distribuindo refeições gratuitas para pessoas em situação de rua cadastradas pelo município até o dia 30 de abril. “Esta prorrogação mantém a proteção social da população que mais precisa de atenção neste momento, principalmente as pessoas em situação de rua”, afirma a Secretária de Desenvolvimento Social, Célia Parnes.

LEIA TAMBÉM

As unidades do Bom Prato de São Paulo passaram por adaptações desde o início da pandemia. Assim, as refeições – café da manhã, almoço e jantar – começaram a ser servidas em embalagens e talheres descartáveis para retirada. Desde a implementação da medida, em junho de 2020, a distribuição gratuita das refeições a pessoas em situações de rua passou de 660 mil. A princípio, 53 mil pessoas foram cadastradas em todo o Estado de São Paulo.

“Para as demais pessoas, enquanto tivermos disponibilidade, as refeições do Bom Prato continuarão a ser oferecidas com subsídio do governo do Estado”, afirmou Doria, em coletiva.

Cronograma

A fim de evitar aglomerações, o horário de atendimento do Bom Prato também segue ampliado. O café da manhã é servido das 7h às 9h; o almoço, das 10h30 às 14h; e o jantar, das 17h às 19h, ou enquanto houver refeições disponíveis.

Segundo o Governo de São Paulo, as equipes dos restaurantes constantemente reforçam as orientações de prevenção contra o contágio da Covid19, como distanciamento das filas com marcações no chão e disponibilizando álcool em gel e lixeiras nas calçadas.

Leia também:

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Brasil
Comentários estão fechados.

Leia também

Dailus lança assistente virtual com perfil da geração Z

Social Media LEIA TAMBÉM Dailus lança assistente virtual com perfil da geração Z Sebrae aq…