Brasil

Aline faz residência em gastroenterologia, área que escolheu após a mãe morrer de câncer no estômago. Pai se aposentou do serviço e aproveita os cuidados da filha.

Depois de dez anos de estudo árduo, concluídos com apoio e incentivo do pai, que é gari, a médica Aline de Castro Pereira está prestes a concluir a residência em gastroenterologia, em Goiânia. Agora, o pai dela, Tales Pereira, se aposentou e aproveita para descansar e curtir os cuidados da filha.

Aline perdeu a mãe quando tinha 9 anos de idade para um câncer no estômago. Desde então, ela foi criada pelo pai, que não poupou esforços para que a filha realizasse o sonho de ser médica.

A escolha da especialização é, segundo Aline, uma forma de evitar que mais pessoas sejam vítimas de doenças como a da mãe.

“Talvez uma forma de conhecer mais, poder ajudar pessoas que tiveram isso, fazer diagnósticos mais precoces”, disse.

A filha se lembra de tudo que enfrentou, sempre com o pai ao lado. Agora, ela assume algumas contas da casa e faz questão de “mimar” o pai.

O primeiro salário, segundo pai e filha, foi usado para comprar uma rede, que o Tales adora, e colocar um portão eletrônico na casa. Depois, vieram um carro e um aparelho de televisão novos.

Fonte: G1

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Brasil
Comentários estão fechados.

Leia também

Família é presa após ser flagrada com computadores roubados dentro de casa em Salto

Equipamentos roubados por família de Salto — Foto: Divulgação/ Polícia Militar Um adolesce…