Três jovens moradores do Rio de Janeiro criaram o AdaptaRio, projeto de acessibilidade para crianças com deficiência em praças públicas da cidade. Cláudio Palhares (17), Luiza Ourivio (18) e João Roberto (17) são voluntários na ONG One by One, que auxilia mais de mil crianças e adolescentes com necessidades especiais e de baixa renda.

No dia 30 de agosto o grupo conseguiu inaugurar o primeiro parque acessível, que foi montado com a ajuda de uma vaquinha online. O parque fica na Barra da Tijuca e tem balanço e gira-gira adaptados.

LEIA TAMBÉM

“Não podemos achar natural uma parcela das crianças da nossa cidade não ter espaços públicos apropriados para o convívio social. Onde brinca uma criança deficiente, brinca uma sem qualquer necessidade especial. Mas o inverso não é possível. Por isso, resolvemos nos juntar para contribuir para a causa”, relatou Cláudio.

Crianças no parque montado pelo AdaptaRio em agosto. (Foto: Instagram/ AdaptaRio)

O grupo de voluntários já têm mais três parques no planejamento, que custa pelo menos R$ 21 mil cada. A organização é dividida entre etapas: conseguir a verba suficiente, comprar os brinquedos e por fim a montagem. Para conseguir o valor, foi criada uma ‘vakinha‘ online para arrecadar doações.

Leia também:

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Brasil
Comentários estão fechados.

Leia também

Já são mais de 1 milhão de mortos pelo Covid-19 no mundo

Na segunda-feira (28), a Universidade Johns Hopkins informou que o mundo ultrapassou 1 mil…