Nesta semana, começa o recrutamento de voluntários para testar a vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo laboratório chinês em parceria com o Instituto Butantan, de São Paulo.

São 12 centros de pesquisas espalhados pelo país que receberão 9 mil voluntários para a terceira fase do teste.

Segundo o chefe do setor de Infectologia do Hospital São Lucas, no Rio Grande do Sul, o médico Fabiano Ramos, que é responsável pelo projeto no estado, falta apenas alguns trâmites dos comitês de ética para iniciar a captação de pessoas.

Ainda de acordo com Ramos, serão em torno de 800 a 850 voluntários recrutados em Porto Alegre. “É um trabalho bastante grande e tem que ser rápido, como todos sabemos”, disse em entrevista à ‘CNN’.

O especialista explicou que os estudos iniciais com a vacina mostraram baixos efeitos colaterais e resultados positivos nos testes iniciais realizados na China.

O médico ainda informou que os primeiros resultados devem sair até dezembro deste ano. “Durante esse tempo, em torno de 60 milhões de doses sejam produzidas para que a vacina chegue o mais rápido possível à população”, adiantou.

Com informações da ‘CNN Brasil’.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Brasil
Comentários estão fechados.

Leia também

Jundiaí ultrapassa os 7 mil recuperados por Covid-19

A cada dia os profissionais do Hospital de Caridade São Vicente de Paulo (HSV), referência…