LEIA TAMBÉM

Cancelamento: quais estratégias de marketing podem impedi-lo?

A pesquisa “Cultura do Cancelamento Corporativo”, publicada pela agência Porter Novelli, pontua que 72% dos entrevistados se sentem mais do que nunca ouvidos e respondidos pelas empresas.

É natural essa proximidade maior, com o aumento do investimento em marketing digital e o crescimento do público no e-commerce”, avalia Erica Gomes, partner na LC4, Comunicação, Marketing e Estratégia.

A especialista avalia que, mais do que nunca, o consumidor tem o poder de reclamar e ser ouvido. Para ela, o temido “cancelamento” reflete muito sobre as formas como as empresas gerenciam suas campanhas de marketing. Ponto que também reflete na pesquisa, onde 69% dos entrevistados relatam que, quando isso acontece, é para chamar atenção das marcas.

Quando criamos uma estratégia de marketing, precisamos levar em consideração diversos fatores para evitar empecilhos online. Precisamos considerar hashtags e canais online, pensando de maneira orgânica no todo, evitando constrangimentos”, ressalta Erica.

Para evitar esse tipo de má reputação online, ela elenca alguns pontos, como empregar uma estratégia de full marketing. “Uma estratégia full marketing pensa em todas as etapas do desenvolvimento estratégico das campanhas de marketing, não cuidando apenas de um ponto, mas de todo o desenvolvimento de marketing digital da empresa”, pontua.

Quando todos os aspectos do que consideramos como marketing e comunicação são pensados e desenvolvidos por uma equipe integrada, evitamos problemas de discurso e informações erradas, alinhando todos os posicionamentos da marca”, diz Erica.

Outra questão que ela aborda é quanto aos posicionamentos da marca. “É sempre importante que tudo aquilo que consideramos importante e de valor, fique claro para a empresa de marketing e para o público. Quanto mais a equipe contratada entender a empresa, mais as estratégias refletem esses posicionamentos”.

Erica conclui explicando que o consumidor é omnichannel, ou seja, consome conteúdo por diferentes plataformas ao mesmo tempo. “Antes considerávamos o Orkut. Logo ele morreu e considerávamos o Facebook como principal canal. Hoje, a quantidade de canais é enorme e muito diversa, sem falar nos nichos. Precisamos alinhar estratégias que contemplem a multidisciplinaridade do nosso meio, do nosso público. Quanto mais completa for a abordagem de marketing digital, mais respostas positivas e menos cancelamentos”, finaliza.

Fonte/Créditos: Érica Gomes, partner na LC4 Comunicação, Marketing e Estratégia.

Com informações de Publicitários Criativos

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Entretenimento
Comentários estão fechados.

Leia também

Burguer King aproveita ação do Rappi e dá Whopper grátis para quem aparecesse com fritas do Méqui

O Burger King decidiu entrar na brincadeira e aproveitar a ação do Rappi para anuncia…