O cãozinho Pirata foi colocado para a adoção algumas vezes e infelizmente, acabou sendo devolvido por todas as famílias pelas quais passou. A surdez do animal foi o que motivou às devoluções. Mas um tutor para lá de especial e um final feliz aguardavam o Pirata.

A Diretoria de Bem-Estar Animal de Florianópolis (Dibea) recebeu um pedido especial de adoção solicitando por Pirata. No e-mail enviado a organização, o novo tutor, João Gabriel Ferreira, contou que também era surdo e pretendia dar muito amor ao cachorrinho. O estudante relatou ainda que já tinha uma cadelinha que reconhece a língua de sinais.

João decidiu adotá-lo pois viu a história nas redes sociais da Dibea e ficou comovido com toda a situação. Além disso, João vive em um apartamento com mais três colegas surdos e todos apoiaram a adoção. Agora, Pirata (ele ganhou um novo nome: Jögan) tem um lar definitivo cercado de amor.

O próximo passo de João é ensinar ao cão alguns comandos básicos por meio da língua de sinais. Confira!

Fonte: Metrópoles

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Entretenimento
Comentários estão fechados.

Leia também

Brasil tem 92 mortes por coronavírus; número de casos vai a 3.417

O número de mortes pelo novo coronavírus no Brasil subiu para 92 nesta sexta-feira (27), s…