Quer receber as principais Notícias de Indaiatuba e região pelo Facebook Messenger? Inscreva-se agora.
VF Corp anunciou os resultados de seu ano fiscal de 2019, encerrado em março. A empresa americana registrou 13,8 bilhões de dólares em receita, um aumento de 12%. Excluindo as cessões e aquisições, as vendas aumentaram 7%.

House of Vans em Berlim, em abril: a marca continua sendo a mais importante do grupo VF – DR
Sem a Kontoor Brands (Lee, Wrangler, Rock & Republic), sua divisão de jeans que se tornará independente ainda este mês, esse crescimento foi de 10%. A receita operacional ajustada aumentou 18%, para quase 1,9 bilhão de dólares. Na Kontoor, a Wrangler registrou queda de -1% nas vendas e a Lee de -7% em relação ao ano anterior.

A Vans continua sendo o principal motor de crescimento do grupo com +24%, impulsionada pelas Américas (excluindo os Estados Unidos, que cresceu + 30%) e a Ásia-Pacífico (+ 25%), enquanto a EMEA avançou “apenas” 10%. The North Face continua sendo a segunda marca mais importante da VF. A marca especializada em outdoor foi responsável por 9% do volume de negócios, impulsionada pelo crescimento de 13% na Ásia-Pacífico e de + 11% da EMEA, enquanto os mercados das Américas, excluindo os Estados Unidos, registraram aumento de + 8%.

Por outro lado, os números da Timberland oscilaram ao longo do ano e a marca observou um aumento de 2% à taxa de câmbio constante. A marca conhecida por sua Yellow Boot registrou queda de -2%, tanto na região Ásia-Pacífico quanto na região EMEA, enquanto suas vendas aumentam +4% nos mercados do continente americano, excluindo os Estados Unidos.

The North Face manteve um bom crescimento em 2019 – DR
O grupo também divulgou os resultados do quarto trimestre de 2019, que atingiu crescimento de 6%, para 3,2 bilhões de dólares. Durante este período, próximo ao final de março, o lucro operacional ajustado caiu 5%, para 313 milhões de dólares, mas excluindo a divisão Kontoor Brands, o resultado operacional foi de + 3%.

Por fim, a VF Corp revelou suas perspectivas para o próximo ano fiscal de 2020. É esperado um volume de negócios entre 11,7 e 11,8 bilhões de dólares (sem a Kontoor Brands). Estas previsões baseiam-se nos bons resultados (excluindo o impacto das aquisições e vendas, sem a Kontoor Brands) da Ásia-Pacífico, com aumento de + 12 a 14% no volume de negócios, enquanto as vendas no continente americano excluindo os Estados Unidos devem atingir +2 a 4%, e as da Europa devem crescer de +1 a 3%. Quanto às vendas diretas na rede de lojas, estas devem observar crescimento de 9 a 11%, sendo 25% em digital.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Fonte: FashionNetwork

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Moda
Comentários estão fechados.

Leia também

Orquestra Jovem está com inscrições abertas para aulas de musicalização

Notícias Orquestra Jovem está com inscrições abertas para aulas de musicalização Publicaçã…