Connect with us

Notícias

Artes, danças, música: Indaiatuba abre 3 mil vagas para 30 oficinas culturais gratuitas

Artigo

em

LEIA TAMBÉM

Aulas de música estão entre as opções na cidade de Indaiatuba — Foto: Andre Borges/Agência Brasília

Indaiatuba (SP) abre as inscrições para as Oficinas Culturais nesta segunda-feira (5) no site oficial da prefeitura. São cerca de 3 mil vagas em 30 opções de cursos para todas as idades, entre eles danças, pintura, música, artes. Veja, abaixo, a lista completa com os detalhes das atividades.

As Oficinas Culturais têm como objetivo a sensibilização artística, além de promover a sociabilidade por meio da arte, assim como o respeito às diferenças e práticas de ética e cidadania.

As aulas terão início, de forma remota, a partir do dia 3 de agosto. Para se inscrever, é necessário enviar cópia do RG, CPF e comprovante de residência no município pelo site oficial. O aluno deve ter a idade mínima exigida para cada oficina no ato da inscrição e, caso seja menor de idade, é necessário enviar os documentos do responsável legal.

Interessados em participar também podem entrar em contato com os telefones (19) 3825-2056 ou 3936-2584 para esclarecer eventuais dúvidas.

  • Artes – infantil (6 a 12 anos)
    Reúne o fazer artístico em suas várias linguagens: modelagem, escultura, pintura e muito mais. Também, de forma lúdica, o aluno terá a oportunidade de entrar em contato com a história da arte, com foco em artistas nacionais.
    Monitor: Jane Bonet
  • Artes para crianças (5 a 7 anos)
    O aluno aprenderá: brincar com arte; ver e fazer arte; cores na vida e na arte; tinta em movimento; ciranda das cores e formas.
    Monitora: Cristina Cappellazzo Marinaro
  • Artes para crianças (8 a 10 anos)
    Nesta oficina iremos aprender: as linhas na vida e na arte; brincando e descobrindo com a arte; das linhas nascem formas; lendo imagens; desenhos em ciranda; formas de olhar o mundo; e releitura.
    Monitora: Cristina Cappellazzo Marinaro
  • Oficina de customização (a partir de 10 anos)
    Tudo é válido quando o que importa é criar. Dar vida nova a uma peça que estava em desuso, explorando e experimentando várias possibilidades. Customizar é transformar recortes, colagens, pinturas e alinhavos.
    Monitora: Cristina Cappellazzo Marinaro
  • Violão (a partir de 10 anos)
    Curso de iniciação musical através do instrumento Violão. Curso de violão popular que utiliza ferramentas técnicas do ensino de Violão Erudito para o desenvolvimento de repertório, técnica e de performance artística.
    Monitores: Geilson Santos e Alessandra Artero
  • Viola caipira (a partir de 10 anos)
    Apresenta e aproximara população a uma forma de expressão artística através da música. Foca, além do aprendizado musical, no desenvolvimento humano como um todo: aspectos físicos e motores, intelectuais, sociabilização, práticas de cidadania e a sensibilidade artística.
    Monitor: David Quitzau
  • Coral infantil (7 a 11 anos)
    A oficina de canto coral insere-se no campo da educação musical. Ela tem como objetivo proporcionar, de forma lúdica e divertida, o contato da criança com a realidade sonora e despertar a sua sensibilidade artística.
    Monitora: Áurea Ambiel
  • Coral juvenil (12 a 17 anos)
    Esta oficina destina-se aos jovens e visa iniciar o processo de educação musical estimulando o desenvolvimento de seu potencial vocal, artístico, criativo e reflexivo. Propicia o contato com canções da nossa e de outras culturas, promovendo, assim, o conhecimento e o respeito pela diversidade cultural.
    Monitora: Áurea Ambiel
  • Coral da terceira idade (a partir de 55 anos)
    A oficina pretende oferecer aos seus integrantes uma vivência musical alegre, divertida, inclusiva e integradora. Os benefícios advindos desta atividade podem contribuir para uma melhor qualidade de vida, auxiliando na manutenção de importantes processos cognitivos, além de estimular a afetividade e a sociabilidade.
    Monitora: Áurea Ambiel
  • Coral da cidade de Indaiatuba (18 a 55 anos)
    O Coral Cidade de Indaiatuba é um dos corpos estáveis da Secretaria da Cultura. A oficina destina-se ao aprimoramento de conhecimentos musicais e da sensibilidade artística. Ela pretende propiciar ao seu integrante um repertório musical variado e amplo abrangendo diferentes gêneros e culturas.
    Monitora: Áurea Ambiel
  • Piano digital (a partir de 10 anos)
    Aborda aspectos como postura; forma correta de posicionar-se no piano, teoria, como leitura do pentagrama, claves, figuras musicais, fórmulas de compassos simples e composto, aspectos rítmicos, aspectos melódicos e harmonia básica, formação de tríades e suas inversões; e técnicos, com a prática de arpejos, escalas, clichês patterns, coordenação motora, igualdade das mãos, dedilhados, trinados, trêmulos e oitavas; e repertório com abordagem em vários estilos.
    Monitor: Lincoln Soares
  • Taikô (a partir de 10 anos)
    Taikô é o nome dado aos tambores tradicionais japoneses, utilizados em performances culturais. O aluno aprenderá a tocar o instrumento, além de aperfeiçoar técnicas musicais, possibilitando assim sua participação em apresentações artísticas.
    Monitor: Daniel Monte Lima da Costa Aguiar
  • Desenho artístico – infantil (7 a 11 anos)
    Iniciação ao desenho artístico através das linhas, traços e formas geométricas básicas, para que a criança possa começar a desenvolver, com a sua criatividade, o desenho de objetos, alimentos, animais, entre outros.
    Monitor: Marcio Eda
  • Desenho artístico – juvenil (12 a 17 anos)
    Iniciação ao desenho artístico com base no estudo do desenho estilo mangá e do estudo da anatomia humana. Buscando assim o desenvolvimento da percepção e concentração de cada aluno.
    Monitor: Marcio Eda
  • Desenho artístico – adulto (a partir de 18 anos)
    Iniciação ao desenho artístico com foco no estudo de anatomia humana e princípios do desenho gestual e realista. Neste contexto, será desenvolvido um conceito mais terapêutico, com um olhar artístico para a expressão, pensamentos, emoção e opinião.
    Monitor: Marcio Eda
  • Pintura em tela (a partir de 10 anos)
    O trabalho com pintura em tela proporciona momentos de convívio entre os participantes, levando-os a desenvolver as habilidades individuais, o autoconhecimento e a autovalorização. A oficina tem como metodologia atividades em grupo, nas quais os participantes pintam as telas utilizando tintas a óleo. Observa-se que ao final do processo, cada um descobre seu estilo próprio de pintar.
    Monitor: Rosana Megiato
  • Pintura em tecido (a partir de 15 anos)
    A oficina de pintura em tecido visa o trabalho de aspectos como: criatividade, concentração e habilidades manuais. A técnica de pintura em tecido é muito utilizada na confecção de peças utilitárias, como, por exemplo, os já tradicionais panos de prato.
    Monitor: Rosana Megiato
  • Jazz infantil (7 a 11 anos)
    Trabalha a parte artística da criança, expressividade, coordenação motora, flexibilidade, ritmo, criatividade e condicionamento físico.
    Monitores: Daniele Ianes, Priscila Carotti, Denis Ramos e Daniela Barbosa
  • Jazz juvenil (12 a 17 anos)
    Trabalha a coordenação motora, musicalidade, bem-estar social, confiança, memorização, criatividade, flexibilidade e fortalecimento corporal.
    Monitores: Daniele Ianes, Priscila Carotti, Denis Ramos e Daniela Barbosa
  • Ballet clássico baby (5 e 6 anos)
    Aulas ministradas uma vez por semana, com duração de uma hora. Durante o aprendizado, as crianças entram em contato com movimentos que auxiliam o desenvolvimento motor, psico-cognitivo, lateralidade, sociabilidade e afetividade, envolvidas por músicas clássicas, modernas e também infantis, tocadas ao piano e por orquestras, favorecendo o desenvolvimento cerebral, além de melhorar a autoestima, respeito próprio e aos colegas e professores, tudo de forma lúdica e com muitas brincadeiras.
    Monitores: Priscila Carotti e Viviane Guerrero
  • Ballet clássico infantil (7 a 11 anos)
    As oficinas trarão de forma lúdica e dinâmica a iniciação aos movimentos do ballet clássico com abordagem técnica e consciência corporal, despertando autoestima, concentração, coordenação, disciplina, sociabilidade e criatividade artística.
    Monitores: Priscila Carotti e Viviane Guerrero
  • Ballet clássico juvenil (12 a 17 anos)
    Direcionada ao público com ou sem experiência, as oficinas ensinam os movimentos próprios do ballet clássico com abordagem prática, através da consciência corporal e processos criativos, aprimorando a técnica dos exercícios da barra e centro, despertando o interesse pela carreira artística da dança.
    Monitores: Priscila Carotti e Viviane Guerrero
  • Hip-hop infantil (7 a 11 anos)
    Oficina ensina a dança de forma divertida, com dinâmicas que desenvolvem o trabalho em equipe, a disciplina e a expressão corporal.
    Monitora: Daniela de Almeida Barbosa
  • Hip-hop juvenil (12 a 17 anos)
    De forma descontraída e dinâmica, a oficina emprega conceitos para permitir que os jovens se expressem por meio da dança.
    Monitora: Daniela de Almeida Barbosa
  • Hip-hop adulto (a partir de 18 anos)
    Por meio da dança, vivencie novos sentimentos, expressões e emoções, explorando durante as aulas, de maneira descontraída, a capacidade de concentração e confiança no dia a dia.
    Monitora: Daniela de Almeida Barbosa
  • Dança de salão (a partir de 16 anos)
    Aulas voltadas para quem gosta de dançar diferentes gêneros musicais, como forró, bolero, samba de gafieira e soltinho. Para quem gosta de dançar a dois, aprender diferentes estilos. Após o processo de adaptação (iniciação), com movimentos básicos, postura de dança e marcação de ritmos, os alunos passam a aprimorar seu aprendizado.
    Monitor: Victor Tegério
  • Teatro infantil (7 a 11 anos)
    Propõe o desenvolvimento da expressão corporal e vocal através de exercícios, jogos teatrais, improvisação, criatividade e muita diversão. De maneira lúdica, trabalha a criação de personagens, cenas e habilidades para o trabalho em grupo.
    Monitores: Elisabeth Forini e Amanda Stahl
  • Teatro juvenil (12 a 17 anos)
    Propõe estimular o desenvolvimento e habilidades de expressão corporal e vocal, através da pesquisa e de atividades práticas, ensinando técnicas de improviso, atuação e jogos teatrais, além de desenvolver habilidades de comunicação, trabalho em equipe e autonomia. A oficina utilizará recursos como maquiagem, figurino, adereços e cenografia para ampliar o desenvolvimento da linguagem teatral.
    Monitor: Fabio Pimenta e Amanda Stahl
  • Teatro adulto (a partir de 18 anos)
    Propõe o aprendizado e desenvolvimento de habilidades corporais, ativando percepções e autocontrole, usados em conjunto com a expressão vocal e expressões faciais. Propicia que o aluno improvise e atue em diferentes situações de jogos teatrais e, progressivamente, reconheça e utilize elementos da linguagem dramática, espaço cênico, personagens e conflitos. Desenvolve capacidades comunicativas e expressivas, relacionadas ao movimento corporal, ao texto e a voz, além de habilidades para a utilização de recursos da linguagem teatral, como maquiagem, máscaras, figurinos, adereços, música, cenografia e outros.
    Monitor: Fabio Pimenta e Elisabeth Forini
  • Oficina de grafite (a partir de 10 anos)
    Reúne aulas teóricas sobre a origem do graffiti no mundo e no Brasil, filmes, livros, revistas, estilos de graffiti existentes, técnicas para criação de estilo pessoal e aulas práticas de técnicas com sprays, tipos de bico (cap) e tipos de efeito (brilho, sombra, entre outros).
    Monitores: Cristian Psedks e Doug Treze

Onde serão as aulas?

A expectativa é que, com o avanço da vacinação contra a Covid-19, as aulas possam voltar gradativamente ao presencial. Inicialmente, as turmas serão reduzidas. As oficinas ocorrerão em um dos polos culturais de Indaiatuba, a depender do curso e horário escolhido pelo aluno:

Centro Cultural Wanderley Peres – Endereço: Praça Dom Pedro II, s/nº, Centro – Telefone: (19) 3825-2056.

Centro Cultural Hermenegildo Pinto (Piano) – Endereço: Av. Eng. Fabio Roberto Barnabé, 5.924, Jardim Morada do Sol – Telefone: (19) 3936-2584

Centro de Esportes e Artes Unificados (CEU) – Endereço: Rua Jordalino Pietrobom, 1.300, Jardim São Conrado

Casarão Pau Preto – Endereço: Rua Pedro Gonçalves, 477, Jardim Pau Preto – Telefone: (19) 3875-8383

VÍDEOS: Tudo sobre Campinas e região

Continue lendo
PUBLICIDADE

Notícias

Polícia identifica dono de Porsche envolvido em batida que matou mulher em Indaiatuba

Artigo

em

Por

LEIA TAMBÉM

Policia identifica dono de Porsche envolvido em colisão que deixou um morto em Indaiatuba

Policia identifica dono de Porsche envolvido em colisão que deixou um morto em Indaiatuba

O proprietário do Porsche envolvido no acidente com um Fiat Uno foi identificado e convocado a prestar depoimento, informou a Secretaria de Segurança Pública (SSP) nesta segunda-feira (6). A batida ocorreu no sábado (4) e matou uma mulher de 36 anos em Indaiatuba (SP).

O dono do veículo não foi informado pela secretaria. Já segundo o boletim de ocorrência, o carro está registrado no nome de Alexandre Francischinelli, morador de Itu (SP).

Motorista fugiu do local após acidente na Rodovia Santos Dumont, em Indaiatuba — Foto: Wagner Souza

De acordo com a SSP, outras diligências também foram programadas para investigar os fatos. Além da vítima fatal, duas pessoas ficaram feridas na colisão.

A mulher que morreu foi identificada no boletim de ocorrência como Jamilly de Jesus Viana, que havia completado 36 anos em 10 de novembro.

O acidente

A colisão traseira entre dois carros deixou uma pessoa morta e duas feridas na Rodovia Santos Dumont (SP-75). O acidente ocorreu às 3h37 de sábado na altura do quilômetro 48, sentido interior. Todas as vítimas eram ocupantes do mesmo veículo.

De acordo com a Polícia Rodoviária, a vítima fatal chegou a ser socorrida em estado grave e encaminhada ao Hospital Augusto de Oliveira Camargo (HAOC), mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Ainda segundo a polícia, o acidente foi provocado pelo Porsche, que bateu contra a traseira do outro veículo, mas o motorista do carro de luxo abandonou o veículo e não tinha sido encontrado no momento da batida.

Acidente entre dois carros deixa uma pessoa morta em Indaiatuba — Foto: Wagner Souza

VÍDEOS: Tudo sobre Campinas e Região

Continue lendo

Notícias

Cassada decisão que obrigou município a fornecer remédio para leucemia

Artigo

em

Por

O desembargador José Eduardo Marcondes Machado, da 10ª câmara de Direito Público do TJ/SP, cassou liminar que obrigava o município de Indaiatuba a fornecer medicamentos de alto custo a paciente idosa diagnosticada com LMA – leucemia mielóide aguda.

O magistrado determinou, ainda, que a autora providencie seu cadastramento imediato no CACON – Centro de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia ou UNACON – Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia de sua preferência.

LEIA TAMBÉM

(Imagem: Freepik)

Idosa necessita dos remédios para tratar uma leucemia.(Imagem: Freepik)

 

O caso

À Justiça, a idosa alegou ser acometida de leucemia mielóide aguda, o que levou seu médico a prescrever medicações de controle (Venetoclax 100mg e Vidaza 100mg), remédios estes de alto custo. Segundo a autora, inexistem outras medicações que substituam com a mesma eficácia este tratamento, estando ela impedida de fazer uso da quimioterapia convencional.

Em 1º grau, o juízo de origem deferiu a liminar e determinou que o município de Indaiatuba forneça os remédios. Desta decisão, houve interposição de agravo de instrumento.

O ente municipal sustentou:

i) que a decisão impôs o cumprimento de obrigação vultosa, capaz de prejudicar as receitas públicas, porquanto o valor total do tratamento, referente ao período de 6 meses, é de aproximadamente R$ 413.800;

ii) que o município não é o ente competente para o fornecimento do medicamento; a obrigação, no caso, seria dos centros de alta complexidade em oncologia CACON ou UNACON;

iii) que a agravante é acompanhada pela Unicamp desde 2011, a impor que sejam os medicamentos fornecidos pelo Estado.

Na análise do caso, o desembargador pontuou que ficou comprovada a imprescindibilidade do tratamento almejado e a incapacidade financeira da autora.

“Contudo, cuidando-se de medicamento oncológico para tratamento de neoplasia no ovário de alto custo, deve ser seguida a orientação desta Colenda 10ª Câmara de Direito Público, com determinação de cadastramento da agravada no CACON ou UNACON de sua preferência, sob a pena de suspensão do fornecimento.”

Na avaliação do magistrado, não há como arredar as consequências práticas da decisão e o impacto financeiro que seria causado pela imposição ao ente municipal do custeio do tratamento médico para o período de 6 meses, com valor aproximado de R$ 413.800, quando o município aparentemente dispõe de saldo no valor de R$ 179.379,53 para as demandas de medicamentos até o final do exercício.

“A agravante poderia ter direcionado a demanda contra qualquer dos entes federados; optou, no entanto, por aforar o pedido apenas contra o Município, situação fática que implica análise do resultado que eventual acolhimento de sua pretensão causará aos cofres da municipalidade.”

Assim sendo, suspendeu a liminar e determinou que a idosa providencie seu imediato cadastramento no CACON ou UNACON de sua preferência.

Inconformado, o advogado Marcelo Inoue, que representa a autora, disse que houve a interposição de agravo interno cível, já que não haveria nenhum liame entre a decisão proferida e a doença da requerente. “Não se trata de diagnóstico de câncer no ovário, mas sim de diagnóstico de leucemia mielóide aguda”, afirmou.

  • Processo: 2265371-58.2021.8.26.0000

Leia a decisão.

Continue lendo

Notícias

Orquestra Sinfônica de Indaiatuba apresenta Concerto de Natal

Artigo

em

Por

  • Publicação: 06/12/2021 12:22h
  • Redator(es): Fábio Alexandre
  • Release N.º: 1454

A Orquestra Sinfônica de Indaiatuba encerra a temporada 2021 com o Concerto de Natal, que acontece dia 11 de dezembro, às 19h, no Bosque do Casarão Pau Preto, com as participações da soprano Laura Duarte, do tenor Arthur Raymundo e da Orquestra Jovem de Indaiatuba, com direção artística e regência do maestro Paulo de Paula. O evento conta com o apoio da Prefeitura de Indaiatuba, por meio da Secretaria Municipal de Cultura. O concerto ganha uma segunda sessão no dia 19 de dezembro, no Mosteiro de Itaici.

Com o propósito de transparecer o espírito brilhante dessa época do ano através da música, o repertório dos concertos traz árias e canções natalinas, mescladas com obras instrumentais, especialmente selecionadas para a ocasião. Integram o repertório Every Valley e Rejoice, de Georg Friedrich Händel (extraídos da obra Messias); Hallelujah, de Leonard Cohen; White Christmas, de Irving Berlin; Gesù Bambino, de Pietro Yon; e Concerto Alla Rustica, de Antonio Vivaldi.

Em conjunto com a Sinfônica neste espetáculo, participam dois solistas convidados: Laura Duarte e Arthur Raymundo. Laura é soprano, com experiência em repertório de concerto, música de câmara e ópera. A musicista também é bacharel e mestre em Música pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), com formação também pelo Ópera Estúdio do Theatro Municipal de São Paulo.

Arthur é tenor e bacharel em Canto Lírico pela Unicamp e pela University of Alberta (Canadá). Ao longo de sua carreira, foi solista na Academia Internacional de Bach de Stuttgart (Alemanha), trabalhando com os maestros Hans-Christoph Rademann e Jos van Veldhoven.

Orquestra Jovem

Além disso, a Orquestra Jovem de Indaiatuba (OJI), com direção do maestro Felipe Oliveira, também participa da apresentação. Assim como a Sinfônica, a OJI é uma iniciativa da Amoji (Associação Mantenedora da Orquestra de Indaiatuba), porém com foco em proporcionar a jovens instrumentistas a possibilidade de vivenciar experiências que os desenvolvam artisticamente.

Para conferir a primeira sessão do Concerto de Natal, que será promovida no dia 11, às 19h, no Museu Municipal ‘Antônio Reginaldo Geiss’ (Casarão Pau Preto), o interessado deve fazer a troca de um litro de leite longa vida pelo ingresso na Secretaria de Cultura, de 6 a 10 de dezembro, das 8h às 17h.

No dia do evento, também é necessário levar comprovante de esquema vacinal de Covid-19 completo (duas doses ou dose única), ou pelo menos uma dose da vacina com apresentação de resultado negativo de teste para Covid-19 do tipo PCR, realizado até 48 horas, ou do tipo antígeno, realizado até 24 horas antes da data do concerto.

Menores de 12 anos devem respeitar a obrigatoriedade do uso de máscaras e demais protocolos de prevenção à Covid-19, válidos para todo o público. Equipes da Orquestra Sinfônica de Indaiatuba e da Secretaria Municipal de Cultura de Indaiatuba estarão a postos na entrada do evento para conferência dos dados.

Para a apresentação do dia 19, que acontece às 9h30, no auditório Rainha dos Apóstolos, no Mosteiro de Itaici, basta chegar com antecedência, pois a disponibilização dos lugares é por ordem de chegada. O Concerto de Natal é realizado pela Associação Mantenedora da Orquestra de Indaiatuba, em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura.

Concerto de Natal, com Orquestra Sinfônica de Indaiatuba

1ª sessão

Data: 11 de dezembro

Horário: 19h

Local: Museu Municipal ‘Antônio Reginaldo Geiss’ (Casarão Pau Preto)

Endereço: Rua Pedro Gonçalves, 477, Centro

Ingressos: trocar por um litro de leite longa vida

Onde trocar: Centro de Convenções Aydil Pinesi Bonachela, das 8h às 17h (Rua das Primaveras, 210, Jardim Pompeia)

2ª sessão

Data: 19 de dezembro

Horário: 9h30

Local: Auditório Rainha dos Apóstolos, no Mosteiro de Itaici

Endereço: Rodovia José Boldrini, 170, Itaici

Entrada gratuita

Informações: (19) 3875-6144

Site: www.orquestradeindaiatuba.org.br

Notícias relacionadas

Com informações Prefeitura de Indaiatuba

Continue lendo
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Destaque

DestaqueAtualizado há 19 horas

Prefeitura de Indaiatuba abre concurso público para 1.017 vagas de até R$ 9.241

Mais um grande concurso aberto no estado de São Paulo. A Prefeitura municipal de Indaiatuba, cidade com mais de 247...

DestaqueAtualizado há 1 dia

Motorista fica gravemente ferido após veículo bater contra poste em Indaiatuba

Uma jovem de 22 anos ficou gravemente ferido após o veículo em que estava bater contra um poste na manhã...

DestaqueAtualizado há 2 dias

Sequestro e tentativa de roubo terminam com acidente na rodovia SP-75

Um homem foi vítima de sequestro e tentativa de roubo na madrugada deste sábado (4), em Campinas (SP). Eram três...

DestaqueAtualizado há 2 dias

Porsche causa acidente deixa um morto e dois feridos na Rodovia SP-75 em Indaiatuba; Motorista fugiu

Uma colisão traseira entre dois carros deixou uma pessoa morta e duas feridas, em Indaiatuba (SP). O caso ocorreu às...

DestaqueAtualizado há 2 dias

Motorista embriagado causa acidente e deixa três feridos em Indaiatuba

Três homens de 20 anos ficaram feridos após um acidente de trânsito com dois carros na madrugada deste sábado (4),...

DestaqueAtualizado há 3 dias

Fruity abre processo seletivo para diversas oportunidades de trabalho em Indaiatuba

FRUITY SORVETES CONTRATA BALCONISTA Requisitos -Disponibilidade para Início Imediato. -Flexibilidade de horário (fins de semana e feriados). -Gostar de trabalhar...

DestaqueAtualizado há 3 dias

Indaiatuba reinaugura Espaço Viber após investimento de R$ 3,8 milhões

A reinauguração do Espaço Viber acontece dia 9 de dezembro e é parte das comemorações pelos 191 anos de Indaiatuba....

DestaqueAtualizado há 3 dias

Abertas as inscrições do processo seletivo de estágios para a Prefeitura de Itu

O CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola) abre o processo seletivo do cadastro reserva de estagiários para atuarem na Prefeitura de...

DestaqueAtualizado há 4 dias

Mulher é assassinada a facadas por rapaz de 19 anos

Uma mulher morreu com golpes de faca na noite de quinta-feira (2) em Itu (SP). Outra vítima também foi ferida...

DestaqueAtualizado há 4 dias

Estado de SP mantém obrigatoriedade do uso da máscara

O governador do Estado de São Paulo, João Doria, decidiu nesta quinta-feira (2) manter a exigência do estado de uso...

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

TAGS

+ VISTOS