Este conteúdo foi copiado do Portal iMais  (www.imais.online)

Em Salto, o rio Tietê cobriu a Ilha dos Amores e invadiu o complexo turístico da Cachoeira. O Memorial do Rio Tietê foi invadido pelas águas e a Ponte Pênsil foi interditada. Ruas e avenidas do centro foram inundadas. No bairro Três Marias, a base da Guarda Municipal precisou ser evacuada. Moradores das áreas ribeirinhas, que haviam sido alertados pela Defesa Civil, deixaram as casas e se abrigaram com parentes.

Toneladas de lixo carregadas pelo Rio Tietê, que transbordou em razão das chuvas fortes, se acumularam nos principais pontos turísticos de Salto. A vazão do rio, que atingiu 750 m³ por segundo no domingo, havia baixado para 400 m³ no início da tarde desta segunda.

O material, composto por garrafas plásticas, pedaços de isopor, brinquedos, latinhas e detritos de todo tipo, ficou preso entre as pedras e depositado em ruas ribeirinhas.

Os pontos mais atingidos foram o Parque das Lavras, o Complexo da Cachoeira, incluindo a Ilha dos Amores, e a Avenida Castro Alves.

Veja imagens registradas pelo fotógrafo João Luiz Martimbianco que revelam o poder das águas e o acumulo de lixo nas margens do rio.

Publicidade

Conteúdo originalmente postado no Portal iMais. Acesse: www.imais.com.br

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias
Comentários estão fechados.

Leia também

Brasil tem 92 mortes por coronavírus; número de casos vai a 3.417

O número de mortes pelo novo coronavírus no Brasil subiu para 92 nesta sexta-feira (27), s…