Governador de SP João Doria e chefes de 25 unidades da Federação se reuniram em teleconferência com Rodrigo Maia

Videoconferência com os Governadores

resumo em 3 tópicos

  • 25 governadores se reuniram com Rodrigo Maia para debater combate ao novo coronavírus
  • Chefes do Executivo estadual decidiram manter isolamento social para combater a disseminação
  • Brasil registra 2.433 casos confirmados de coronavírus e 57 mortes

O Governador de São Paulo João Doria se reuniu, nesta quarta-feira (25), por teleconferência com 25 governadores e com o Presidente da Câmara, Rodrigo Maia, para debater ações de combate ao novo coronavírus.

Os chefes do Executivo estadual decidiram manter as ações de isolamento social para combater a disseminação do coronavírus, seguindo, desta forma, as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS). Apenas o Governador do Distrito Federal não participou da reunião.

“Me parece bastante razoável. Dada as circunstâncias da crise, teremos várias reuniões ao longo das próximas semanas. Que tenhamos nos próximos dias entendimento, paz e harmonia para proteger o Brasil”, disse Doria.

Além disso, os governadores assinaram uma carta conjunta ao Governo Federal em que solicitam a suspensão do pagamento da dívida dos estados com a União por 12 meses, a oferta de linhas de crédito no BNDES para a aplicação em Saúde e obras; o alongamento dos prazos de operações de crédito diretas e indiretas do BNDES para médias, pequenas e microempresas; viabilização de recursos para os estados para reforçar a capacidade financeira; liberação de limites e condições para a contratação de novas operações de crédito; aprovação do Plano Mansueto, entre outras medidas.

A reunião contou com a participação do Vice-governador e Secretário de Governo, Rodrigo Garcia; do Secretário da Saúde, José Henrique Germann; do Secretário da Fazenda e Planejamento, Henrique Meirelles; e da Secretária de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen.

O Governo de São Paulo instituiu desde janeiro um plano de enfrentamento ao COVID-19, que se seguiu a uma série de medidas para combater a disseminação da doença, que são definidas pelo corpo de especialistas do Centro de Contingência e posto em prática pelo Comitê Administrativo do COVID-19.

O Brasil registra 2.433 casos confirmados de coronavírus e 57 mortes. Do total, o Estado de São Paulo registra 862 pacientes infectados e 48 mortes provocada pela COVID-19.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias
Comentários estão fechados.

Leia também

Brasil tem 67 novas mortes por coronavírus; total de óbitos é de 553

Ao menos 553 pessoas morreram pelo novo coronavírus no Brasil, de acordo com dados do Mini…