Hoje foram registrados mais dois óbitos e 80 novos casos

A Secretaria de Saúde de Indaiatuba confirma mais duas mortes por causa da covid-19, nesta quarta-feira (9/9). O total de vítimas fatais da doença sobe para 181 pessoas. Também foram registrados 80 novos casos. Ao todo, 6.318 pessoas já foram infectadas na cidade.

Uma das mortes confirmadas hoje foi de um homem, de 42 anos, que estava entrando desde o dia 13 de agosto, no Hospital Santa Ignês. Ele foi a óbito hoje e também tinha obesidade.

Outro óbito foi de um homem, de 79 anos, que estava no Hospital Augusto de Oliveira Camargo (Haoc), desde o dia 2 deste mês. Ele faleceu ontem (8/9) e possuía AVC prévio, hérnia diafragmática, entre outras doenças.

SITUAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA

Dos 6.318 casos confirmados, além dos 181 óbitos, 6.102 são considerados curados ou estão em recuperação domiciliar e 35 continuam internados, seis a menos que o dia anterior.

Há 340 casos suspeitos aguardando resultado de exame para a confirmação ou não da covid-19.

HOSPITAIS

Até hoje (9/9), há 50 pessoas com sintomas de síndrome respiratória internadas nas alas para a covid-19, no sistema de saúde de Indaiatuba, sendo que 26 estão em leitos clínicos (enfermarias) e 24 estão em leitos das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Entre esses pacientes, 35 têm exame positivo para a covid.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI é de 71% no Haoc e de 58% no Hospital Santa Ignês, hoje. Nas enfermarias, o índice de ocupação é de 44% no Haoc e de 36% no Hospital Santa Ignês, segundo a Secretaria Municipal de Saúde.

ATENDIMENTO

Quem apresentar sintomas da doença pode iniciar seu atendimento pelo Minha Saúde Teleatendimento Covid-19. A pessoa é submetida a um questionário e depois, se houver realmente a suspeita da doença, o atendimento é direcionado a um médico de plantão, que fará a consulta por meio de vídeo e encaminhará a pessoa para a realização de exame nas Unidades de Saúde. Para dúvidas também há o atendimento pelo WhatsApp (19) 9 9779-3856.

SINTOMAS DA COVID-19

• Tosse
• Febre
• Coriza
• Dor de garganta
• Dificuldade para respirar
• Perda de olfato
• Alteração do paladar
• Náuseas, vômitos e diarreia
• Cansaço
• Diminuição do apetite
• Falta de ar
A transmissão acontece de uma pessoa doente para outra por meio de contato próximo, através de aperto de mão, gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro e de objetos ou superfícies contaminadas, como celulares, mesas, talheres, maçanetas, brinquedos e teclados de computador.

COMO SE PROTEGER

• Lave as mãos com frequência com água e sabão ou higienize com álcool em gel 70%;
• Ao tossir ou espirrar, cubra nariz e boca com lenço ou com a parte interna do cotovelo;
• Não tocar olhos, nariz, boca ou a máscara de proteção fácil com as mãos não higienizadas;
• Se tocar olhos, nariz, boca ou a máscara, higienize as mãos;
• Mantenha distância mínima de um metro entre pessoas em lugares públicos e de convívio social;
• Evite abraços, beijos e apertos de mãos;
• Higienize com frequência o celular, brinquedos das crianças e outros objetos de uso frequente;
• Não compartilhe objetos de uso pessoal como talheres, toalhas, pratos e copos;
• Mantenha os ambientes limpos e bem ventilados;
• Evite circulação desnecessária em lugares públicos;
• Se estiver doente, evite contato próximo com outras pessoas;
• Busque orientação pelos canais on-line disponibilizados pelo SUS ou atendimento nos serviços de saúde; e
• Use máscara em todos os ambientes.

(Fontes: Agência Saúde do Ministério da Saúde e Secretaria de Saúde de Indaiatuba)

Fonte: Blog da Pimenta

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias
Comentários estão fechados.

Leia também

Após fracasso na busca de vacina contra Covid-19, avião que iria à Índia chega a Campinas para levar oxigênio a Manaus

LEIA TAMBÉM Após fracasso na busca de vacina contra Covid-19, avião que iria à Índia chega…