Nesta sexta-feira (6), a Comissão Permanente para os Vestibulares (Comvest) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) encerra as inscrições para o Vestibular Unicamp 2020.

Vale destacar que o cadastro deve ser realizado até 23h59, exclusivamente pela internet, em formulário disponível na página eletrônica da Comvest. O Vestibular Unicamp 2020 oferece 2.570 vagas distribuídas em 69 cursos.

LEIA TAMBÉM

A taxa de inscrição é de R$ 170 reais e poderá ser paga até dia 9 de setembro. A partir deste ano, no momento da inscrição, os cursos escolhidos devem ser da mesma área de conhecimento: Humanas/Artes; Biológicas/saúde; Exatas/Tecnológicas. Essa escolha definirá a prova da segunda fase que os candidatos farão, caso aprovados na primeira etapa.

Isso porque, a partir deste ano, as provas da segunda fase deixam de ser iguais para todos os candidatos, passando a estar relacionadas com a área de conhecimento dos cursos escolhidos. É possível fazer até duas opções de cursos, desde que da mesma área. Com a alteração, a segunda fase do Vestibular Unicamp será reduzida de três para dois dias.

A primeira fase será realizada no dia 17 de novembro e a segunda fase acontecerá nos dias 12 e 13 de janeiro de 2020. Antes da primeira fase, haverá provas de Habilidades Específicas para candidatos aos cursos de Música (em setembro e outubro). Para os demais cursos que exigem esse exame (Arquitetura e Urbanismo, Artes Cênicas, Artes Visuais e Dança), as provas de Habilidades Específicas ocorrerão entre os dias 20 e 24 de janeiro de 2020.

Provas

A primeira fase é composta de uma única prova, com 90 questões de múltipla escolha de Conhecimentos Gerais. A segunda fase é composta por exames dissertativos. No primeiro dia, há as provas comuns a todos os candidatos: Redação (composta por duas propostas de textos para que o candidato execute apenas uma); Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa, com oito questões; duas questões interdisciplinares em Língua Inglesa.

Já no segundo dia, além das provas comuns a todos os candidatos (Matemática com seis questões; interdisciplinar de Ciências Humanas com duas questões; interdisciplinar de Ciências da Natureza com duas questões) há provas específicas, conforme a opção de curso:

– Candidatos da área de Ciências Biológicas/Saúde: seis questões de Biologia e seis questões de Química;

– Candidatos da área de Ciências Exatas/Tecnológicas: seis questões de Física e seis questões de Química;

– Candidatos da área de Ciências Humanas/Artes: seis questões de Geografia e seis questões de História, englobando conteúdos de Filosofia e Sociologia.

Mudanças

A Comvest anunciou duas novas cidades no Estado de São Paulo que receberão a aplicação das provas do vestibular: Lorena e Santa Bárbara D´ Oeste.

Assim, no Estado de São Paulo, a Unicamp passa a aplicar as provas do Vestibular em 30 cidades: Araçatuba, Bauru, Botucatu, Bragança Paulista, Campinas, Franca, Guarulhos, Indaiatuba, Jundiaí, Limeira, Lorena, Marília, Mogi das Cruzes, Mogi Guaçu, Osasco, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santa Bárbara D’Oeste, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Carlos, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo, Sorocaba, Sumaré e Valinhos.

Fora do território paulista, recebem as provas do Vestibular Unicamp cinco capitais: Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Fortaleza e Salvador. Outra novidade anunciada pela Comvest é que os candidatos com alguma deficiência poderão ser atendidos com provas adaptadas ou outras necessidades, em qualquer cidade de aplicação do vestibular, de acordo com as regras do Edital. Anteriormente, esse atendimento estava disponível somente nas cidades de Campinas, Ribeirão Preto e São Paulo.

Inclusão

Estão mantidas as cotas étnico-raciais no Vestibular Unicamp. Serão reservadas 15%, no mínimo, de vagas em cada curso e turno para candidatos autodeclarados pretos e pardos. Além do vestibular, haverá cotas também no ingresso via Enem (10%), cujo edital será divulgado pela Unicamp em breve, na página da Comvest.

Ainda em relação à inclusão social, também continua valendo a bonificação oferecida a candidatos que fizeram ensino público. Assim, os estudantes que optarem por participar do Programa de Ação Afirmativa e Inclusão Social (PAAIS) receberão automaticamente, na primeira e na segunda fase, as seguintes pontuações: 20 pontos para aqueles que cursaram integralmente o ensino fundamental II em escolas públicas; 40 pontos para aqueles cursaram integralmente o ensino médio em escolas públicas; 60 pontos para aqueles que cursaram ambos os períodos na rede pública.

Manual do Ingresso 2020

A Comvest disponibiliza um aplicativo gratuito para celulares, a partir do qual os estudantes podem receber alerta sobre as datas importantes do vestibular, além de ter acesso rápido às informações mais relevantes. O aplicativo pode ser baixado gratuitamente.

O Manual do Ingresso 2020 já está disponível para consulta na página eletrônica da Comvest. Ele traz todas as informações e orientações necessárias para os estudantes em relação ao processo de inscrição, às provas e demais etapas do Vestibular.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias
Comentários estão fechados.

Leia também

Viracopos e Rodoviária de Campinas estimam fluxo de 193 mil passageiros no feriado de Finados

O Terminal Rodoviário de Campinas (SP) e o Aeroporto Internacional de Viracopos estimam a …