Contato é gratuito para a população do Estado de São Paulo informar se algo inesperado ocorreu depois da imunização

LEIA TAMBÉM

Mesmo depois que uma vacina é aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e chega à população, como é o caso da gripe, a imunização é constantemente monitorada. Por isso, o Instituto Butantan – que fornece a vacina da gripe aplicada gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS) – tem um canal exclusivo e gratuito para a população informar se algo inesperado aconteceu depois de tomar a dose.

Quando o setor de Farmacovigilância da instituição recebe uma notificação, seja por um órgão de saúde ou um usuário, coleta todos os dados necessários e faz uma análise para ter certeza de que a dúvida ou relato é realmente ligado à vacina administrada. A finalidade é garantir a qualidade e a segurança do imunizante.

Para entrar em contato com o canal, basta escrever para o e-mail: [email protected]. O relato deve ser reportado com nome completo, telefone ou e-mail.

Campanha 2020

O início da campanha de vacinação contra a gripe em 2020 foi antecipado em três semanas, com início no dia 23 de março, graças à agilidade do Instituto Butantan, que entrega ao Brasil 75 milhões de doses (são 10 milhões a mais do que as fornecidas ao País no ano passado).

“As coberturas vacinais alcançadas até aqui são impressionantes e refletem a dedicação dos vacinadores do SUS, bem como a conscientização da população sobre a importância da proteção individual e coletiva contra as doenças respiratórias”, destaca o secretário de Estado da Saúde, José Henrique Germann.

“A vacina previne a população-alvo contra o vírus Influenza e é fundamental para evitar complicações decorrentes da gripe. Lembramos que o respeito às etapas e às orientações dos postos é necessário para que não ocorram aglomerações, de forma a evitarmos a transmissão de doenças respiratórias, como a COVID-19 [doença causada pelo novo coronavírus] e a própria gripe”, reforça a diretora de Imunização da pasta, Nubia Araujo.

Veja o calendário definido pelo Ministério da Saúde para a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe:

– Até 16 de abril | idosos e profissionais de saúde.

– A partir de 16 de abril | serão incluídos na campanha também professores, profissionais de segurança e salvamento e pessoas com doenças crônicas (diabetes, asma, hipertensão etc.), caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários.

– A partir de 9 de maio | a campanha passa a ser para crianças de 6 meses a 6 anos, pessoas entre 55 e 60 anos incompletos, gestantes, puérperas (mulheres que deram à luz há no máximo 45 dias), população indígena e pessoas com deficiência.

* Importante: 9 de maio será o chamado Dia D, quando acontece uma mobilização da rede pública para estimular a vacinação e os postos de saúde funcionarão em um sábado.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias
Comentários estão fechados.

Leia também

Universitários que participaram de festa em chácara são suspensos por 15 dias

Uma faculdade particular de São José do Rio Preto suspendeu por 15 dias, alunos que partic…