TransArtes, atual operadora, foi inabilitada na licitação. Foto: Samuel Rocha /Clique para Ampliar

Atual operadora, TransArtes, foi inabilitada. Propostas de tarifa serão conhecidas no dia 25 de março

ADAMO BAZANI

A prefeitura de Embu das Artes, na Grande São Paulo, inabilitou a Transartes Turismo e Locadora de Veículos Ltda, atual operadora da cidade, na licitação dos serviços de transporte coletivo urbano.

O resultado foi publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo neste sábado, 16 de março de 2019.

A empresa pode recorrer administrativamente. A desclassificação ocorreu ainda na fase de análise de documentos e regularidade fiscal.

A companhia tem sede na cidade e, de acordo com a Jucesp – Junta Comercial do Estado de São Paulo, está registrada em nome de Eric Yassushi Oshima, Luiz Pereira Pires e Wilmar Lopes de Souza.

Foi habilitada na concorrência a JTP Transportes, Serviços, Gerenciamento e Recursos Humanos Ltda, que, segundo os registros da Jucesp, tem sede em Barueri, na Grande São Paulo, e tem como sócios Paulo Henrique Wagner e Tadeu Wagner Júnior.

Também foi classificada para a próxima fase da licitação, a Expresso Fênix Viação Ltda.

A companhia atua no transporte rodoviário, de fretamento e urbano e tem nove garagens em municípios como Águas de Lindóia, Serra Negra, Amparo, Bragança Paulista, Campinas, Itatiba, Jarinu, São Manuel, São Paulo, Monte Sião e Ilhabela.

A Expresso Fênix pertence à família Chedid, que possui outras empresas de transportes, como a Sancetur – Santa Cecília Turismo Ltda. , atuando em cidades como Atibaia, Paulínia, Valinhos, Indaiatuba e Americana.

De acordo com a Jucesp, figuram como sócios da Expresso Fênix, a VHC Comercial e Consultoria Ltda, Victor Hugo Granziera Abi Chedid e Tereza Regina Granziera Abi Chedid.

No dia 25 de março, a prefeitura abre as propostas comercias com os valores das tarifas.

A empresa que ganhar a operação dos serviços ficará na cidade por 20 anos.

A concorrência é para lote único em todo o município.

Ganha a companhia que propuser na licitação o menor valor de tarifa de prestação de serviço.

Segundo a prefeitura, a demanda diária é de aproximadamente 55 mil passageiros.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Fonte: Diário do Transporte

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias
Comentários estão fechados.

Leia também

Entre Facas e Segredos está em cartaz no Kinoplex

Após comemorar 85 anos de idade, o famoso escritor de histórias policiais Harlan Thrombey …