De acordo ainda com o Consórcio BUS+, a idade média da frota metropolitana na RMC baixou para 4,2 anos

Veículos foram comprados pelo Consórcio BUS+. No ano, já são 142 coletivos novos

ADAMO BAZANI

O Consórcio BUS+, que opera linhas metropolitanas entre os municípios da região de Campinas, no interior Paulista, apresentou nesta quinta-feira, 31 de outubro de 2019, mais 42 ônibus zero quilômetro. Os veículos são dotados de ar-condicionado, wi-fi, acessibilidade e tomadas USB.

Com esta entrega, o total de ônibus novos comprados desde o final de maio para o sistema chega a 142 veículos.

Os investimentos realizados pela Transportes Capellini, líder do Consórcio BUS+, foram de quase R$ 60 milhões.

Os coletivos apresentados nesta quinta-feira começam a operar na próxima segunda-feira, 04 de novembro.

De acordo com o diretor de Comunicação do Consórcio BUS+, Paulo Barddal, a frota supera o compromisso firmado com a EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos, gerenciadora do Governo do Estado de São Paulo, que era de colocar 140 veículos novos em operação ainda neste ano.

“O BUS+, inclusive, superou o número inicial pois avaliou a necessidade de melhorar ainda mais a prestação de serviços na região”, disse por meio de nota enviada ao Diário do Transporte.

Dos 42 ônibus apresentados nesta quinta-feira, 20 têm carroceria alongada, de 13,20 metros de comprimento, com maior capacidade: 86 passageiros. Os 22 demais têm capacidade para o transporte de 76 passageiros (34 sentados de 42 em pé), como os novos veículos que já estão em circulação.

Sumaré vai receber 20 ônibus novos; Hortolândia, sete; Campinas, seis e Valinhos, nove; dos veículos entregues nesta quinta-feira.

Além de aumentar o conforto dos passageiros, o consórcio diz que a renovação também trará ganhos ambientais, já que os coletivos têm motorização de acordo com os padrões vigentes Euro V que emite menos poluentes na atmosfera em relação aos ônibus substituídos com tecnologia Euro III.

De acordo ainda com o Consórcio BUS+, a idade média da frota metropolitana na RMC baixou para 4,2 anos, abaixo do previsto no contrato de concessão, que é de cinco anos. Os 142 veículos atendem em torno de 65 mil dos 130 mil passageiros que utilizam, diariamente, as linhas intermunicipais em 14 municípios da região: Engenheiro Coelho, Artur Nogueira, Cosmópolis, Paulínia, Americana, Santa Bárbara d’Oeste, Nova Odessa, Sumaré, Hortolândia, Monte Mor, Indaiatuba, Campinas, Vinhedo e Valinhos.

A frota total da Região Metropolitana de Curitiba é de 408 ônibus que operam nas 151 linhas que interligam 20 municípios. As ligações entre os 14 municípios representam 96% da demanda total da RMC, segundo o consórcio.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Fonte: Diário do Transporte

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Brasil
Comentários estão fechados.

Leia também

Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo em adultos começa na segunda-feira (18)

Notícias Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo em adultos começa na segunda-feir…