Participe do nosso grupo e tenha um currículo capaz de atrair 5X mais entrevistas

Uma mulher traída viralizou após entrar em uma agência bancária com dois sacos de lixos com as roupas do marido, que trabalha no local e teve um caso extraconjugal com outra funcionária. O caso inusitado aconteceu na quarta-feira (21), em Rio Branco, no Acre.

Nas imagens, a mulher, que teve a identidade preservada, entra tranquilamente e deixa os sacos azuis no chão da agência.

Ela explica aos clientes que aguardam no local: “Bom dia, gente. Vocês podem não estar entendendo, mas o meu marido, a pessoa com quem eu convivia há 15 anos, me traiu. Ele trabalha aqui e foi com uma funcionária daqui”.

Veja também:
Mulher casada simula sequestro e foge com amante em Sorocaba

E continua: “Como sou uma boa dona de casa, uma boa mãe e uma boa ‘corna’, vim devolver pra ela as roupas aqui todinhas. As roupas que eu comprei, porque eu ajudo ele em casa, ele não me sustenta”, começa falando.

Bem tranquila, mas sem dispensar o tom de deboche, ela ainda acrescenta: “Ela é a telefonista aqui e eu disse pra ela que vinha deixar e estou cumprindo o que eu prometi: aqui as roupinhas do ‘princeso’ dela, do príncipe encantado, está tudo aqui. A partir de hoje é dela, não é meu. Muito obrigada, viu, pela colaboração de vocês”.

Apesar de ter usado o tom de deboche e manter distância de alguma confusão, a mulher chegou a ser levada para uma delegacia. Segundo ela contou ao site G1, não houve registro de ocorrência, mas apenas um conselho para que ela recomece a vida.

Assista ao vídeo:

A traição

Também ao G1, a moradora do Acre contou que a atitude foi uma forma de desabafo e que ela mesma pediu que a entrega fosse filmada por outra pessoa.

Mãe de três filhos do relacionamento com o homem, ela contou que descobriu a traição ao ler um e-mail do marido para a colega de trabalho. “Comecei a mexer e descobri um e-mail prometendo amor eterno um pro outro e dando a entender que o único motivo de não estarem juntos era o fato de estar casado”, explicou.

Quinze anos juntos

A mulher deu detalhes sobre a conversa que teve com a amante do marido. Segundo ela, a funcionária chegou a dizer que não tinha interesse em ficar com ele, mas ela respondeu que está torcendo pelos dois.

“Não tem volta, cheguei no meu limite. Eu fico arrasada pensando em tudo que larguei nesses 15 anos, larguei faculdade porque engravidei, larguei emprego e no meu terceiro filho eu tinha certeza que não ia conseguir conciliar emprego e os meninos”, desabafou ela, que ainda disse ter arrumado as roupas antes de levá-las. “Levei as roupas limpas, passadas, tudo limpo, mas isso não era ele quem fazia, não tínhamos empregada, era tudo a escrava aqui”.

Dona de casa que trabalha como lavadeira para ajudar nas contas de casa, a mulher demonstrou decepção com o fato de que o homem bancava a amante – o que tirava parte da renda da família.

“Ele tirava dinheiro de casa para dar pra amante, pagou até consórcio da moto dela. Eu nunca fiz uma reserva, eu estava desesperada, não sabia pra onde ir. Não tem nem um viaduto onde eu posso ir, porque a mulher de verdade, se esforça, eu sou órfã de mãe e órfã de um pai vivo, não tenho irmãos, o canto que tenho é aqui mesmo”, lamentou, acrescentando que, se depender da mãe do homem, é ela quem ficará com a casa: “Ainda bem que minha sogra disse que essa era minha casa e que eu ficaria aqui”.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Brasil
Comentários estão fechados.

Leia também

Região de Campinas recebe mais de 50 ônibus 0 Km com ar-condicionado. Até novembro, serão 140

Empresário Belarmino de Ascenção Marta (à esquerda) e Secretário dos Transportes Metropoli…