O jovem deverá responder por crime de direção perigosa em via pública

Reprodução

O jovem deverá responder por crime de direção perigosa em via pública

O jovem que sobreviveu a um impressionante acidente, quando foi atropelado por um carro no Km 93 da Rodovia Santos Dumont (SP-075), em Campinas, enquanto empinava sua moto, na madrugada de 20 de julho deste ano, deverá responder por crime de direção perigosa em via pública. De acordo com o delegado do 2º DP da cidade, Luís Henrique Apocalypse Jóia, o inquérito foi concluído em 8 de agosto e encaminhado ao Juizado Especial Criminal (Jecrim). Pendente, agora, somente o envio do laudo técnico que aponta os danos provocados nos veículos envolvidos na colisão. O parecer foi solicitado posteriormente pela promotoria e deve ser entregue até o próximo dia 10.

“Caberá ao promotor decidir se denuncia ou arquiva o caso. Só pelas imagens, deve denunciar. Apenas o fato dele ter empinado a moto, já caracteriza a direção perigosa”, comentou o delegado. Jóia revelou que V.A.B.L., motoboy de 19 anos, optou por não processar E.S., mecânico de 39 anos, que dirigia o carro que o atingiu. O policial civil acredita que o rapaz compreendeu que o motorista não teve culpa, porque provavelmente não percebeu sua entrada na via, e também pelo fato de o condutor ter parado rapidamente para prestar socorro. “O promotor vai arquivar a denúncia por lesão corporal, porque a vítima não vai ingressar com ação”, esclareceu.

Contudo, o também motoboy R.F.P., de 20 anos, deverá igualmente responder pela contravenção (infração penal considerada como “crime menor”) no Jecrim. O rapaz aparece nas imagens, do mesmo modo que o colega, realizando manobras ousadas. Já T.M.C.S., ajudante de manutenção de 18 anos, não cometeu nenhum delito, explica o delegado, porque somente filmou os fatos. 

Segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), é infração gravíssima utilizar-se de veículo, em via pública, demonstrar ou exibir manobra perigosa, arrancada brusca, derrapagem ou frenagem com deslizamento ou arrastamento de pneus. A multa pode chegar a quase R$ 3 mil. A penalidade pode contemplar ainda a apreensão do veículo e o recolhimento da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O acidente aconteceu por volta das 3h40, no Km 93 da Rodovia Santos Dumont (SP-075), na faixa da esquerda, no sentido Indaiatuba. Um vídeo que viralizou nas redes sociais mostra V.A.B.L. realizando manobras na companhia de amigos, de forma arriscada e imprudente, apenas com a roda traseira da motocicleta no asfalto. Em determinado momento, ele chega a soltar as mãos do guidão. Apesar do forte impacto, que praticamente destruiu a moto e a frente do carro os quatro integrantes do veículo saíram ilesos. Em outro vídeo, posterior ao acidente, V.A.B.L. apareceu ironizando o episódio. “Vai veno, vai veno. Tô morto. Aí mãe, falaram que eu tô morto. Que eu sofri acidente. Fala pra eles onde eu tô, mãe (sic)”, satirizava em um o jovem.”

Escrito por:

Daniel de Camargo

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias
Comentários estão fechados.

Leia também

Descoberta a maior queda livre de São Paulo com 124,2 metros

A Cascata Grande fica no Parque Estadual Furnas do Bom Jesus, norte de São Paulo — Foto: M…