Facebook

Twitter

WhatsApp

Telegram

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.


O vídeo foi gravado na manhã de hoje, dia 29, e mostra o píer C do aeroporto bastante movimentado e até mais cheio que os dias pré-Pandemia.

E diante da perspectiva de retomada gradual de alguns voos nos próximos meses por parte das companhias aéreas, o Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), ampliou e atualizou medidas de segurança no terminal de passageiros para reforçar o combate ao contágio pela Covid 19. Medidas como ampla higienização, avisos sonoros, sinalização de distanciamento e desinfecção constante, já adotadas nos últimos meses, se somam a uma série de outras ações para o enfrentamento da crise global.

O protocolo estabelecido no aeroporto contempla 32 medidas que elevam o grau de segurança do aeroporto no sentido de promover um ambiente mais limpo e saudável a todos os clientes e colaboradores, além de ampliar as orientações e informações para toda comunidade aeroportuária.

Foram instalados, por exemplo, pelo menos 130 suportes de álcool em gel nos terminais, estacionamentos e áreas administrativas e as sinalizações nos saguões e na praça de alimentação foram remodeladas, visando elevar o nível de orientação e conscientização. Desde o início de março, o aeroporto instituiu um Comitê de Gestão especialmente para gerenciar as questões relacionadas à Covid 19.

Viracopos

Também foi implementada a higienização e desinfecção constante (a cada quatro horas) de diversas partes do aeroporto tais como escadas rolantes, cadeiras, elevadores, balcões, mesas, corrimãos, carrinhos de bagagem e demais aéreas de contato. Os assentos agora possuem espaçamento para proporcionar maior distanciamento entre os passageiros.

Sempre seguindo as normas técnicas e orientações da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), o aeroporto adotou ações e soluções em diversas frentes de atuação que compreendem as gestões de recursos humanos, comunicação, mídia aeroportuária, marketing, financeiro e administrativo, operacional, engenharia e meio ambiente, segurança, tecnologia da Informação, entre outros setores, envolvendo todas as áreas do complexo aeroportuário.

Fundamental destacar que as ações implementadas por Viracopos nos últimos quatro meses envolvem sempre parcerias com órgãos públicos, companhias áreas, ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), Ministério da Infraestrutura, ABEAR (Associação Brasileira das Empresas Aéreas), IATA (Associação Internacional de Transporte Aéreo), Prefeitura de Campinas e Governo do Estado de São Paulo.

Viracopos também integra um Grupo de Trabalho coordenado pelo Ministério da Infraestrutura e pela ANAC no sentido de integrar ações especiais de todo o setor nacional de aviação civil.

“Viracopos cumpre todas as medidas sanitárias e organizacionais no sentido de trazer mais segurança aos passageiros e colaboradores que precisam utilizar a estrutura do aeroporto neste período de risco à saúde de todos. Importante salientar que cada órgão público e cada entidade possui atuação específica e primordial”, disse o diretor-presidente de Viracopos, Gustavo Müssnich.

“O aeroporto cumpre, desta forma, seu papel de promover as melhores medidas que levem o cliente a optar pelo aeroporto, sem nunca nos esquecermos do conforto e da eficiência já notória e reconhecida em pesquisas de satisfação de passageiros que já fizeram o aeroporto ser eleito 13 vezes o Melhor do Brasil”, concluiu Müssnich.    

Viracopos

A concessionária Aeroportos Brasil Viracopos, administradora do complexo aeroportuário, destaca que é fundamental neste momento que cada um dos clientes aja com bom senso no sentido de usar os equipamentos de proteção e seguir as orientações de distanciamento, respeitando as sinalizações e indicações instaladas nos terminais de passageiros e de cargas.

Outra recomendação do aeroporto é para que os passageiros evitem levar seus familiares e amigos até o terminal, restringindo assim as possibilidades de contaminação e de transmissão do vírus.

Recuperação gradual

A recuperação no setor de aviação apresenta tendência de crescimento gradual e lenta após uma queda brusca registrada a partir de março por causa da pandemia. O aeroporto chegou a ter queda do número de voos de passageiros de 330 movimentos (pousos e decolagens) por dia, em média, para 34 por dia (em março) e 56 por dia (em abril). No mês de maio, houve pequeno crescimento para 72 pousos e decolagens por dia. Já em junho, houve nova elevação por parte das companhias aéreas, chegando a 84 pousos e decolagens por dia, em média. A previsão para julho é de que o movimento diário chegue a 130 pousos e decolagens.

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Região
Comentários estão fechados.

Leia também

Industria de Indaiatuba seleciona funcionários para Operador Multifuncional

Industria situada no American Park Empresarial NR está com 4 oportunidades de trabalho par…