LEIA TAMBÉM

Passageiros no terminal de Campinas, em foto de 2017 — Foto: Aeroportos Brasil Viracopos/Divulgação

O Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), recebeu 6,7 milhões de passageiros em 2020, de acordo com dados divulgados nesta segunda-feira (11) pela concessionária. Em dezembro, o aeroporto registrou aumento do fluxo de passageiros pelo oitavo mês seguido, o que fez a perda acumulada do ano, no comparativo com 2019, diminuir de 38,9% para 36,6%.

Em meio aos reflexos da pandemia, o total de 789.369 viajantes registrado em dezembro representa uma queda de 11,8% em relação aos 895,4 mil registrados no mesmo período de 2019. O levantamento da Aeroporto Brasil Viracopos mostra ainda que, em dezembro, a média de pousos e decolagens por dia foi de 290.

Fluxo de passageiros no Aeroporto de Viracopos
Pandemia do coronavírus interrompeu série histórica no terminal de Campinas (SP).
Fonte: Aeroportos Brasil Viracopos

Cenário de retomada

Antes da pandemia, o aeroporto registrou uma série marcada por altas consecutivas entre julho de 2018 e fevereiro de 2020, comparando-se cada mês com o mesmo período do ano anterior. Em abril de 2020, porém, foi registrada a menor movimentação do ano, totalizando 150,5 mil passageiros no mês.

Segundo a concessionária, a expectativa é que o mês de janeiro apresente nova alta, podendo chegar a cerca de 800 mil passageiros no período. “O aeroporto está se preparando para a retomada dos movimentos aos patamares considerados normais nos próximos meses”, disse, em nota.

O terminal aguarda o processo de relicitação para sanar dívidas que somam R$ 2,88 bilhões. O governo federal prevê realizar novo leilão do aeroporto apenas em 2022, devido a atrasos nos trâmites do processo.

Expectativa é que fluxo de passageiros apresente nova alta em janeiro, diz concessionária — Foto: Aeroportos Brasil Viracopos/Divulgação

Ações na pandemia

Em nota, a Aeroportos Brasil Viracopos destacou que adotou mais de 40 ações para minimizar a propagação da Covid-19 diante da retomada de voos pelas companhias aéreas, como a ampliação do processo de desinfecção especial de todo o terminal e a instalação de uma câmera térmica de medição de temperatura.

Além disso, ressalta a concessionária, houve instalação de novos avisos sonoros, comunicação ativa e sinalização de distanciamento, bem como de pelo menos 130 suportes de álcool em gel nos terminais de passageiros e de cargas, estacionamentos e áreas administrativas.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Região
Comentários estão fechados.

Leia também

“Educação é o antídoto para as fake news dos movimentos anti-vacinas”, diz doutor em Biotecnologia

A partir desta semana, diversas cidades no Brasil passam a receber as doses das vacinas co…