Quer receber as principais Notícias de Indaiatuba pelo Whatsapp?
Inscreva-se agora.
Para participar, basta adicionar nos seus contatos o número (19) 98122-4163 e enviar uma mensagem pelo WhatsApp

Publicidade

O inverno no Brasil está se despedindo e a maioria das pessoas começa a se preocupar com os quilinhos extras. Afinal de contas, o verão não demora a chegar e com ele a vontade de ficar bem nas roupas de banho. No entanto, perder peso é uma tarefa árdua para a maioria.

Quando se pensa em emagrecimento e queima das gordurinhas, logo o que vem na cabeça é a palavra dieta. Contudo, conforme o especialista em nutrição, Rodrigo Polesso, isso é algo que necessita ser mudado. O especialista explica que as pessoas precisam transformar o metabolismo.

Publicidade

Essa mudança necessita ser realizado alterando o estilo de vida, algo que acaba sendo complicado para muita gente. “O que você precisa é transformar seu metabolismo e definir um estilo de vida capaz de destreinar seu corpo a acumular gordura”, explicou Rodrigo.

Segundo o especialista em nutrição as sete atitudes elencadas abaixo são capazes de transformar o corpo em uma verdadeira máquina de queimar gordura.

Publicidade

Parar de alimentar substâncias comestíveis

Rodrigo explica que essas substâncias são produtos pobres em nutrientes. Para restabelecer o funcionamento metabólico e hormonal é necessário remover as toxinas do corpo. De acordo com o especialista, essas substâncias são produtos fabricados pela indústria, produtos ricos em açúcar, farinha processada e carboidratos artificiais. Esse é o primeiro passa a ser seguido para perder as terríveis gordurinhas.

Publicidade

Priorize o valor nutricional dos alimentos

A segunda atitude é priorizar a densidade nutricional do que se alimenta. Para isso o corpo precisar receber alimentos ricos em minerais e vitaminas, ou seja, alimentação de verdade e natural.

Limitar a ingestão de carboidratos densos

Limitar a ingestão de carboidratos industrializado não é o suficiente, é preciso limitar o consumo mesmo dos naturais, como arroz, batata, bebidas que são adoçadas. Fazendo isso, o corpo vai priorizar a queima de excessos, explica Polesso.

Ingerir gorduras de fonte natural

Limitando a ingestão de carboidrato, as pessoas vão consumir mais gorduras naturais, entre eles podemos citar o azeite, banha de porco, óleo de coco. Eles não são tóxicos, diferente das gorduras artificiais tipo margarina e óleo vegetal.

Fazer os músculos sensíveis a insulina

Para turbinar essa sensibilidade é preciso melhorar a saúde. Fazer atividade física correta, como exercícios de resistência, são ótimos para ajudar nesse processo. Exercitar os músculos faz com que eles fiquem resistentes a insulina, ou seja, o corpo vai absorver a glicose de uma maneira melhor.

Manter a serenidade

As pessoas que querem perder peso precisam lutar contra o estresse. Isso dificulta o processo de emagrecimento, pois acaba aumentando a produção de cortisol. Esse hormônio acaba contribuindo para uma produção maior de insulina e não deixa o corpo queimar as gordurinhas tão indesejadas.

Jejum intermitente de maneira correta

Esse é o último segredinho para fazer o corpo se tornar uma máquina de queimar gordura. Contudo, Rodrigo explica que o jejum deve ser feito com cautela. “A prática de jejum intermitente pode ser poderosa, mas a prioridade precisa ser nos outros passos anteriores. Só depois de aplicar a alimentação correta é que o jejum pode ser feito de forma gradual e correta”, orienta o especialista.

Polesso explica que o jejum ajuda o organismo a queimar as gorduras extras do corpo, usando o estoque como fonte de energia para que tudo funcione da maneira correta.

Então caro leitor, gostou das dicas incríveis do especialista? Deixe sua opinião nos comentários e compartilhe essa informação com seus amigos.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Saúde & Bem Estar
Comentários estão fechados.

Leia também

Moradores cobram limpeza de lixo acumulado perto do Rio Tietê

Moradores de Salto cobram limpeza do Rio Tietê em Salto Moradores de Salto (SP) cobram a l…