Na manhã desta segunda-feira (19), uma carga com 3 mil litros do Insumo Farmacêutico Ativo (IFA), matéria-prima para produção da CoronaVac, foi entregue ao Instituto Butantan. Essa quantidade de insumos deve ser suficiente para a produção de 5 milhões de doses do imunizante.

De acordo com informações do G1, o carregamento saiu de Pequim, na China, e chegou ao aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, às 6h13 da manhã de hoje. Esse novo lote deveria complementar a demanda de 46 milhões de doses para entrega ao Ministério da saúde até o final de abril, mas chegou com atraso. O prazo era que chegasse no dia 8 de abril e, com o tempo de duas semanas para o envase das doses, a entrega das 46 milhões de doses mudou de data, para o dia 10 de maio.

LEIA TAMBÉM

Por causa deste atraso na entrega da matéria-prima, o Instituto Butantan precisou suspender o envase das vacinas, que dependiam do insumo.

Outra mudança foi a quantidade de insumo. A princípio, o Butantan deveria receber 6 mil litros da IFA em um lote, mas o envio da matéria-prima foi dividido. Assim, os outros 3 mil litros deve chegar no final deste mês, mas ainda não há uma data definida.

Após a entrega das 46 milhões de doses para o Ministério da Saúde, referente ao primeiro contrato, o instituto paulista deverá entregar mais 54 milhões de doses para o governo federal, até setembro de 2021.

Leia também:

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Saúde & Bem Estar
Comentários estão fechados.

Leia também

Yoki fará “Yokermesse 2021” para o público celebrar as Festas Juninas de casa

Entretenimento LEIA TAMBÉM Yoki fará “Yokermesse 2021” para o público celebrar as Festas J…