Muita gente sabe que a obesidade, o sedentarismo e o tabagismo são alguns dos principais fatores de risco que aumentam consideravelmente o infarto. Porém, há outro que é bastante grave e que não se fala muito: o frio.

Por conta de diversas mudanças que a temperatura baixa faz sobre o organismo, as estações frias aumentam o risco de ataques cardíacos e médicos dizem o motivo. O infarto acontece quando tem uma necrose de uma parte do músculo cardíaco por conta de um bloqueio nas vias em que o sangue corre. Esse bloqueio pode acontecer por conta de um acúmulo de gordura dentro das artérias e ao ocorrer esse fluxo sanguíneo de forma abrupta, acontece o ataque cardíaco.

O médico Cesar Jardim, que é cardiologista no Hospital do Coração explica que o infarto também ocorre pela redução do fluxo sanguíneo no frio. “Um dos principais motivos é a vasoconstrição [contração dos vasos sanguíneos], que reduz o fluxo sanguíneo, provocando um desequilíbrio entre a oferta e a demanda de oxigênio no organismo”, disse o especialista.

Ele ressalta que a mudança de hábito das pessoas durante o frio contribue ainda mais para isso, uma vez que elas abandonam os exercícios físicos e comem alimentos mais calóricos que contribuem para uma sensação de bem-estar.

O médico dá algumas dicas para se prevenir e diminuir o risco do infarto, principalmente nessa época do ano: “É imprescindível realizar check-up cardiológico anualmente, praticar exercícios físicos com orientação de um profissional e consumir alimentos saudáveis, evitar gorduras e sal em excesso”.

É importante ressaltar que este artigo tem o objetivo de alertar as pessoas quanto a problemas de saúde e como evita-los através de dicas de especialistas. É imprescindível procurar um médico antes de realizar qualquer mudança de hábito ou ao primeiro sinal de qualquer alteração em seu estado de saúde.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Saúde & Bem Estar
Comentários estão fechados.

Leia também

Menina morre após bater a cabeça durante brincadeira na escola

Emanuela Medeiros sofreu traumatismo craniano e foi levada ao Hospital Regional Uma menina…