Como resultado da desaceleração da pandemia em Jundiaí, o Hospital de Campanha, instalado no 12º Grupo de Artilharia de Campanha (12º GAC) Barão de Jundiahy, zerou a taxa de ocupação dos seus 25 leitos de enfermaria, nesta semana. 

Instalado como retaguarda ao Hospital São Vicente, a estrutura será mantida como reserva técnica para atender à população do município e da Aglomeração Urbana de Jundiaí (AUJ), em caso de intercorrência na inflexão da curva epidemiológica.

LEIA TAMBÉM

O investimento no espaço foi de R$ 60 mil e aproveitamento de toda a alvenaria estrutural. Cada leito ocupado tem custo de R$ 700/dia, contando profissionais, serviços de plantões, matérias, medicamentos, locações de equipamentos e insumos. Com a desocupação dos leitos, a equipe hospitalar foi realocada para o atendimento no HSV, mesmo espaço onde foram capacitados para atuação.

Leitos hospitalares

De acordo com levantamento do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus (CEC), a pandemia tem registrado desaceleração em Jundiaí, com menor contaminação, menor demanda por leitos de internação para Covid-19 e, consequentemente, menos mortes.

A semana entre os dias 7 a 13 de setembro registrou 37 novas internações por Covid-19, a menor marca desde a quinta semana da pandemia (20/04 a 26/04), quando 30 pessoas foram internadas pela doença.

Segundo o coordenador do CEC e gestor da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS) Tiago Texera, atualmente o atendimento do HSV está divido em: 70% para demais doenças e 30% para Covid-19.

Ele explica que a manutenção do Hospital de Campanha é estratégica para garantir o cuidado à população que precisar de um leito pela infecção do novo coronavírus.

“Com o aumento da entrada de demandas originadas no Pronto-Socorro do HSV, os leitos de enfermaria do hospital estão, cada vez mais, sendo utilizados para o atendimento das ocorrências diversas. O HC do 12º GAC garante o leito específico para o tratamento em enfermaria, caso aconteça alguma alguma intercorrência na pandemia e tenhamos número maior de casos positivos necessitando de internação”, explica Texera.

Leia também:

Inaugurado em 10 de junho, o Hospital de Campanha foi montado em estrutura de alvenaria já existente – representando maior conforto, qualidade e economia de recursos financeiros à administração – com a gestão feita pelo HSV. Até segunda-feira (14), o equipamento atendeu 222 pacientes em estágio final de recuperação da Covid-19.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Saúde & Bem Estar
Comentários estão fechados.

Leia também

Jundiaí passa o domingo (20) sem registro de mortes por Covid-19

Neste sábado (19), Jundiaí contabilizou mais duas mortes de residentes na cidade causados …