Objetivo é informar os 645 municípios paulistas acerca das ações do Governo do Estado para contenção do novo coronavírus

Coletiva de Imprensa

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Regional, passa a encaminhar, a partir desta quarta-feira (18), boletins diários para as Prefeituras com informações e orientações para contenção da pandemia do Covid-19.

Veja também
Guia de prevenção sobre o novo coronavírus
Perguntas e respostas: tire suas dúvidas sobre a doença
Conheça alguns mitos sobre o novo coronavírus

A novidade foi anunciada pelo Governador João Doria durante coletiva de imprensa nesta quarta-feira (18), no Palácio dos Bandeirantes, quando foram anunciadas também o aumento da linha emergencial de crédito para empresas; a ampliação de atendimento presencial no Detran.SP e Poupatempo; parceria com operadoras de celular para divulgar informações sobre o novo coronavírus; parceria com mil unidades da rede privada de farmácias e drogarias da capital para vacinação gratuita contra a influenza.

O Secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, reiterou a importância dos municípios seguirem a cartilha. “O bom senso parte de cada cidadão e esperamos que as prefeituras se mobilizem, disseminem e levem à população todas as precauções necessárias.”

A cartilha contém recomendações para contenção do novo vírus, como:

1) Os gestores devem elencar entre os servidores municipais aqueles que se enquadrem no teletrabalho (ficar em casa) e os de regime presencial. Além disso, os gestores deverão maximizar as férias e licenças-prêmio.

2) O teletrabalho fica sugerido aos servidores do grupo de risco (acima de 60 anos, gestantes e os imunodeprimidos) para permanência em casa. Serão mantidos no trabalho presencial aqueles essenciais para a garantia do bom serviço público ao cidadão.

3) Além destes grupos, os servidores que apresentarem sintomas do novo coronavírus devem permanecer em teletrabalho por 72 horas, renováveis por igual período. A permanecer o quadro, basta atestado médico externo por 14 dias, sem necessidade de perícia médica. A persistir, o servidor será encaminhado para perícia médica.

4) As audiências dos prefeitos e de suas equipes com o Governo do Estado serão preferencialmente telepresenciais.

5) A Secretaria de Saúde vai divulgar a organização dos leitos disponibilizados no Estado para o tratamento dos casos de média e alta complexidade.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias
Comentários estão fechados.

Leia também

Pepsi fará mega show virtual com transmissão global

Pepsi fará mega show virtual com transmissão global Por Alana Santos Para manter o pessoal…