+ Coronavírus: Itália interrompe todas as atividades produtivas no país + – Roma suspende atividades produtivas, exceto as essenciais. Rússia envia ajuda médica a italianos. Mortos pela covid-19 no mundo ultrapassam 13 mil
Mortes pelo coronavírus no mundo passam de 13 mil; casos somam mais de 307 mil; mais de 92 mil se recuperaram
Brasil tem 1.128 casos e 18 mortes confirmadas pelas autoridades de saúde – nove em SP e duas no RJ
O governo da Itália decide interromper todas as atividades produtivas no país

Pressione Ctrl + F5 para ver as últimas atualizações deste domingo (21/03) – horário de Brasília:

03:15 – Ex-presidente do Real morre por covid-19

O ex-presidente do Real Madrid, Lorenzo Sanz, morreu aos 76 anos devido à covid-19. Ele havia decidido inicialmente ficar em casa quando foi diagnosticado pela primeira vez, preferindo não recorrer a um hospital, em vista das dificuldades já enfrentadas pelo serviço de saúde espanhol devido ao número de infecções no país. No entanto, ele foi hospitalizado na terça-feira depois de ter tido febre durante oito dias.

02:30 – Rússia envia ajuda à Itália

Por decisão do presidente Vladimir Putin, os militares russos começarão a enviar ajuda médica à Itália a partir deste domingo, a fim de ajudar o país a combater o grande número de casos de covid-19, informou o Ministério da Defesa da Rússia.

Juntamente com a China e o Irã, a Itália tem sido um centro global do surto e sofreu mais infecções do que qualquer outro país. No início do domingo, a Itália registrou 53.578 infecções confirmadas, embora especialistas tenham dito que o número real de casos é provavelmente muito maior.

Já Rússia tem comparativamente poucas infecções relatadas, com apenas 306 casos confirmados neste domingo.

00:46 – Confinamentos no mundo afetam 1 bilhão

Quase um bilhão de pessoas em todo o mundo estão confinadas em suas casas neste domingo, quando o número de mortos pela covid-19 ultrapassou 13 mil. Mais de 307 mil casos de coronavírus foram relatados em todo o mundo. Mais de 92 mil pessoas se recuperaram da doença, a maioria delas, na China.

Restrições para a população vigoram em 35 países ao redor do mundo, um dia após o número de mortos na Itália ter pulado para 4.800. Muitos governos fecharam fronteiras e prepararam fundos de emergência financeira para apoiar a economia.

00:32 – Sri Lanka detém quase 300 por violarem ordem de reclusão

O Sri Lanka deteve quase 300 pessoas por violar o toque de recolher imposto no país para controlar o surto de coronavírus. A polícia disse que 291 pessoas foram detidas por estarem nas ruas após o toque de recolher, que começou na sexta-feira. O país adotou uma série de medidas rigorosas à medida que o número de casos confirmados subiu para 77.

00:20 – Itália suspende atividades produtivas

O governo da Itália decidiu interromper temporariamente todas as atividades produtivas no país, exceto aquelas que são essenciais, para que os cidadãos tentem conter a propagação do novo coronavírus. O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, afirmou, em entrevista coletiva, que a decisão é “difícil, mas necessária” para “enfrentar a fase mais aguda” da pandemia.

Segundo a medida, supermercados e outras lojas de venda de alimentos, farmácias, serviços bancários e postais, seguradoras e transporte público continuam a funcionar.

Itália é o país com o maior número de mortes pela covid-19. Segundo um boletim divulgado no sábado pelo governo, 4,8 mil pessoas morreram em decorrência da doença transmitida pelo novo coronavírus.A decisão foi anunciada depois que a Defesa Civil informou que a Itália já contabiliza 4.825 mortes por coronavírus, sendo 793 só nas 24 horas anteriores à noite de sábado. O número total de pessoas infectadas, incluindo as que já se curaram e as que morreram, chegou a 53.578.

Conte destacou que todas as empresas devem incentivar o trabalho em casa e que somente os funcionários que realizam atividades “relevantes para a produção nacional” nas fábricas de todo o país continuarão a trabalhar. “Diminuímos o ritmo do motor da Itália, mas não o paramos”, ressaltou.

00:00 – Resumo dos principais acontecimentos deste sábado:

Brasil tem 1.128 casos confirmados e 18 mortes – 15 em SP e três no RJ
São Paulo decretará quarentena em todo o estado
Salto no número de mortos na França e Reino Unido
Quase 1 bilhão de pessoas estão confinadas no mundo
Alemanha quer proteger inquilinos de despejo
Oferta cultural online cresce em tempos de coronavírus
China tem terceiro dia seguido sem registro de novo contágio

___________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube
| App | Instagram | Newsletter

Receba as “Notícias De Indaiatuba’ no Seu WhatsApp Os leitores que solicitarem o serviço gratuito irão receber, direto nos seus aplicativos, as principais notícias do dia. Estar sempre conectado aos aplicativos de mensagens instantâneas, como o WhatsApp, não significa estar desinformado. Com o Notícias de Indaiatuba, você pode receber diariamente as principais notícias do dia no seu celular. Para participar, basta adicionar nos seus contatos o número (19) 98122-4163 e enviar uma mensagem pelo WhatsApp, enviando a palavra “Notícias de Indaiatuba” (quem já é adepto do serviço continuará recebendo as notícias pelo número divulgado anteriormente). O esquema de envio será via lista de transmissão. Isso significa que os leitores que optarem por receber o conteúdo só serão notificados pelo Notícias de Indaiatuba, que administra o grupo.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Região
Comentários estão fechados.

Leia também

Campinas e Indaiatuba têm alta nos crimes dentro de escolas: ‘Reflexo da violência na sociedade’

Levantamento mostra aumento de crimes em escolas na região de Campinas Campinas (SP) e Ind…