Quer receber as principais Notícias de Indaiatuba pelo Whatsapp?
Inscreva-se agora.
Para participar, basta adicionar nos seus contatos o número (19) 98122-4163 e enviar uma mensagem pelo WhatsApp

Receita paga R$ 4,7 milhões na restituição do IRPF em Piracicaba e região — Foto: Reprodução/Rede AmazônicaReceita paga R$ 4,7 milhões na restituição do IRPF em Piracicaba e região — Foto: Reprodução/Rede Amazônica

Receita paga R$ 4,7 milhões na restituição do IRPF em Piracicaba e região — Foto: Reprodução/Rede Amazônica

O sétimo lote de restituição do Imposto de Renda de Pessoas Físicas (IRPF) vai pagar R$ 4.771.833,23 nas cidades da região de Piracicaba. No total, são 3.074 contribuintes contemplados na última etapa e a consulta pode ser feita a partir desta segunda-feira (9).

Os pagamentos vão ocorrer em 16 de dezembro. Os valores são referentes às declarações enviadas neste ano e também montantes residuais desde 2008.

Além de Piracicaba, a regional cobre Águas de São Pedro, Americana, Analândia, Capivari, Cerquilho, Charqueada, Corumbataí, Elias Fausto, Ipeúna, Itirapina, Jumirim, Laranjal Paulista, Mombuca, Monte Mor, Nova Odessa, Pereiras, Rafard, Rio Claro, Rio das Pedras, Saltinho, Santa Bárbara d’Oeste, Santa Maria da Serra, São Pedro e Tietê.

De acordo com a Receita Federal, nos sete lotes de 2019 para Piracicaba e região foram 181.478 contribuintes, com uma restituição total de R$ 196.947.457,28.

Como consultar

No site da Receita Federal e no aplicativo para tablets e smartphones é possível consultar a situação da declaração do contribuinte diretamente nas bases de dados.

  • Pelo telefone – Receitafone, no número 146
  • Pelo computador – site da Receita: insira CPF (apenas números), data de nascimento e os caracteres de verificação (captcha), e clique em “consultar”.

É possível checar se a declaração foi processada. Se ela estiver já na fila de pagamentos, significa que as informações prestadas estão coerentes com o banco de dados da Receita – indicando que a declaração, a princípio, não tem pendências.

No entanto a Receita Federal tem até cinco anos para pedir esclarecimentos sobre as declarações.

A verificação pode ser feita pelo serviço Meu Imposto de Renda da Receita Federal. É preciso gerar um código de acesso, a partir do CPF, data de nascimento e recibos de entrega das duas últimas declarações.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Região
Comentários estão fechados.

Leia também

Sobe para 3 número de casos suspeitos de coronavírus no Brasil

Além da paciente de Minas Gerais, Ministério da Saúde informa que há casos suspeitos no Ri…