Americana (SP) confirmou nesta quarta-feira (27) a morte de dois moradores, de 38 e 56 anos, por febre maculosa. Os casos ocorreram em abril, mas os laudos ficaram prontos apenas neste mês. Por conta da ocorrência, a prefeitura alerta para que a população evite áreas de risco onde possa ocorrer o contato com o carrapato-estrela, transmissor da doença. [veja relação abaixo]

Dos quatro casos suspeitos notificados pela Vigilância Epidemiológica neste ano, dois testaram positivo (os dois que morreram), um foi descartado e outro ainda aguarda resultado de exame.

De acordo com a prefeitura, o homem de 38 anos que morreu por febre maculosa morava no bairro Boer e teria se contaminado, provavelmente, às margens da represa Areia Branca, em Santa Bárbara d’Oeste.

“No dia 13 de abril ele começou a apresentar febre, redução na quantidade de urina, dores musculares, prostração e convulsão. O paciente foi internado no dia 17 de abril em hospital público, onde permaneceu até a data do óbito, em 30 de abril”, informa, em nota.

No outro caso, o local provável de infecção é a Fazenda Angélica, onde o paciente de 56 anos residia e também administrava. “Os sintomas tiveram início no dia 25 de abril, apresentando febre, prostração, dores musculares e falta de ar. Foi internado no dia 29 de abril em hospital particular e faleceu em 30 de abril”, destaca a prefeitura.

Com os casos positivos, a Secretaria de Saúde emitiu um alerta para que a população evite áreas de risco e, caso seja necessário a frequência nos locais apontados pelo Programa de Vigilância e Controle de Carrapatos e Escorpiões (PVCE), que tome os seguintes cuidados:

  • Utilizar roupas claras porque facilitam a visualização dos carrapatos;
  • Colocar a barra das calças dentro das meias e calçar botas de cano alto;
  • Examinar o corpo cuidadosamente a cada três horas pelo menos, porque esses carrapatos transmitem a bactéria causadora da Febre Maculosa depois de algumas horas após a picada na pele;
  • Tenha cuidado ao retirar o carrapato que estiver grudado à pele, fazendo-o mediante uma leve torção.

“Se em um período de dois a 14 dias após frequentar estes locais, o indivíduo apresentar febre alta, dores no corpo, dores de cabeça, calafrios e manchas avermelhadas na pele, deve procurar imediatamente o serviço de saúde e, no momento da consulta, informar ao médico sobre o contato com carrapatos”, explica a pasta.

Áreas de risco delimitadas pelo PVCE em Americana

  • Área da Carioba: Pesqueiros do Rio Piracicaba, próximos ao parque têxtil da Rua Carioba.
  • Área da Casa de Cultura Herman Müller: Mata ciliar adjacente ao Ribeirão Quilombo.
  • Área do Rio Jaguari: Região pós-represa do Salto Grande (chácaras nas proximidades da Colônia Agrícola do Sobrado Velho).
  • Área do Museu Histórico: Pesqueiros na confluência dos rios Atibaia e Jaguari.
  • Área do Assentamento Milton Santos: Matas ciliares do Rio Jaguari e Córrego Jacutinga
  • Área da ponte do Rio Piracicaba, sobre a Rodovia Anhanguera: Pesqueiros locais
  • Área do Rio Piracicaba: Pesqueiros nas proximidades do Centro de Detenção Provisória de Americana (CDP).
  • Área da represa do Jardim Imperador: Residencial Portal dos Nobres
  • Área da Praia dos Namorados: Orla da Represa do Salto Grande
  • Área do Bairro Mirandola: Pastos e matas periféricas
  • Área da Praia do Zanaga: Braço da Represa do Salto Grande entre os bairros Antônio Zanaga e Vale das Nogueiras.
  • Área da Usina da CPFL: Represa do Salto Grande.
  • Área do Ribeirão Quilombo: Toda a extensão.
  • Área verde do Parque Nova Carioba: Mata ciliar do córrego Bertini.

Receba as “Notícias De Indaiatuba’ no Seu WhatsApp Os leitores que solicitarem o serviço gratuito irão receber, direto nos seus aplicativos, as principais notícias do dia. Estar sempre conectado aos aplicativos de mensagens instantâneas, como o WhatsApp, não significa estar desinformado. Com o Notícias de Indaiatuba, você pode receber diariamente as principais notícias do dia no seu celular. Para participar, basta adicionar nos seus contatos o número (19) 98122-4163 e enviar uma mensagem pelo WhatsApp, enviando a palavra “Notícias de Indaiatuba” (quem já é adepto do serviço continuará recebendo as notícias pelo número divulgado anteriormente). O esquema de envio será via lista de transmissão. Isso significa que os leitores que optarem por receber o conteúdo só serão notificados pelo Notícias de Indaiatuba, que administra o grupo.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Destaque
Comentários estão fechados.

Leia também

AB Colinas divulga mensagem sobre o uso de máscaras

Monday, July 13, 2020 Em parceria com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e a Agên…