Quem experimentou os melancólicos rebaixamentos nas últimas temporadas sabe que a eliminação do Paulista no Campeonato Estadual tem o mesmo sentimento. Quando você disputa a última divisão, apenas o acesso interessa. Não importa se o time chegou próximo ao objetivo ou caído na primeira fase. Se não conseguir uma vaga na Série A-3, o ano terá sido perdido, sem nenhum prêmio de consolação.

A campanha do Paulista nessa temporada pode até ter pontos positivos que ficam absolutamente em segundo plano. O principal deles é a união entre os torcedores que provaram nunca abandonar o clube com o time que, em determinado momento da competição, reagia com garra e respeito à tão pesada camisa. Depois, misturou salto alto e falta de vontade para perder jogos chaves – o mais ridículo deles para o Itararé.

Também se livram do fiasco algumas descobertas individuais no elenco, como o goleiro André – provando que Jayme Cintra é uma fábrica de “muralhas” –, que demonstrou ter personalidade para ser decisivo nos jogos grandes. Cuadrado foi o craque do Galo na competição, mostrando capacidade acima da média, potencial para ter uma carreira de destaque nacional e hombridade ao pedir desculpas pelo único momento em que ele não poderia falhar – o pênalti desperdiçado no final da partida contra o Primavera, em Indaiatuba.

Destaque também para o lateral esquerdo e meio campista Ian, que em vários momentos foi sacado do time titular sem explicação lógica pelo técnico Sérgio Caetano – que esse ano exagerou nas decisões inexplicáveis. Mas o histórico recente não nos deixa nem um pouco animados com o fato do Paulista continuar sendo um celeiro de bons jogadores. Quantos jovens destaques na última temporada tiveram uma sequência mínima em Jayme Cintra? Do time campeão moral da Copa São Paulo de 2017 só sobrou o bagaço da laranja de Moisés, que foi ao Red Bull e voltou sem a mínima vontade de entrar em campo. E do elenco que fez a campanha patética na Copinha deste ano, o único que se sobressaiu foi para o Avaí, que certamente saberá amadurecer o talento de Lucas Falcão.

Ficar mais um ano na Quarta Divisão é condenar o Paulista a atrair cada vez menos jovens talentos. Um atleta de nível mediano para cima buscará todas as possibilidades possíveis de jogar em clubes que estejam em divisões de mais destaque, ou seja, preferirá fechar um contrato curto com o Votuporanguense para ser visto na Série A-2 do que trabalhar o ano todo num clube que só é citado pela mídia nacional duas vezes ao ano: quando estamos próximos das finais da Copa do Brasil e são feitas reportagens relembrando as decisões surpreendentes ou quando alguém volta a escancarar que o clube está afundado em dívidas.

A Quarta Divisão em 2019 será muito mais difícil do que nessa temporada. Com a possível manutenção de um regulamento genocida, que só permitirá a dois clubes o acesso para a Série A-3, equipes tradicionais vão se matar pelo caminho. Além do Paulista e de quem for eliminado na semifinal entre São José e Comercial, no ano que vem estarão Mogi Mirim, Matonense, Marília, Rio Branco de Americana e União Barbarense. Já não incluo mais o América de Rio Preto, que de tanto ficar no inferno já se tornou íntimo do Diabo.

Não caia no discurso de que “fica o aprendizado para o ano que vem, para corrigirmos algumas coisas” porque isso não vale na Quarta Divisão. A realidade dessa competição é muito particular para dizer que “no ano que vem usaremos essa experiência para chegarmos mais fortes”. O que se pode fazer para amenizar a vergonhosa campanha de 2018 é iniciar imediatamente o trabalho para 2019. A começar pela escolha do treinador, que já terá a missão de fazer uma boa Copa São Paulo.

T_heitor_freddo_coluna

Receba as “Notícias De Indaiatuba’ no Seu WhatsApp Os leitores que solicitarem o serviço gratuito irão receber, direto nos seus aplicativos, as principais notícias do dia. Estar sempre conectado aos aplicativos de mensagens instantâneas, como o WhatsApp, não significa estar desinformado. Com o Notícias de Indaiatuba, você pode receber diariamente as principais notícias do dia no seu celular. Para participar, basta adicionar nos seus contatos o número (19) 98122-4163 e enviar uma mensagem pelo WhatsApp, enviando a palavra “Notícias de Indaiatuba” (quem já é adepto do serviço continuará recebendo as notícias pelo número divulgado anteriormente). O esquema de envio será via lista de transmissão. Isso significa que os leitores que optarem por receber o conteúdo só serão notificados pelo Notícias de Indaiatuba, que administra o grupo.

Artigos relacionados
Carregar mais por redação
Carregar mais em Esporte
Comentários estão fechados.

Leia também

Petit Gâteau de chocolate e recheio cremoso

Foto: Divulgação Esta receita de petit gâteau de chocolate com recheio cremoso é do livro …