Os profissionais de saúde da linha de frente terão prioridade na vacinação, na primeira etapa

Por Patrícia Lisboa

LEIA TAMBÉM

Em transmissão ao vivo por rede social, na noite desta terça-feira (19/1), a Prefeitura de Indaiatuba informou que – para iniciar a vacinação contra a covid-19 – o município receberá uma quantidade da vacina CoronaVac menor do que a esperada, inicialmente. O previsto na semana passada eram 10 mil doses no primeiro lote. Hoje, a informação é de que chegarão 2.840 doses. A expectativa é que a entrega seja feita até sexta-feira (22/1). Os demais lotes da vacina serão encaminhados para o município ao longo da campanha de imunização, mas ainda não há um cronograma definido. 

A redução da quantidade do primeiro lote se deve ao fato de o Ministério da Saúde estar distribuindo as seis milhões de doses da CoranaVac adquiridas pelo governo estadual para todos os Estados brasileiros. Anteriormente, a expectativa era que o montante da vacina seria utilizada apenas pelo Estado de São Paulo.

Outra mudança no plano municipal de vacinação, já em consequência da redução da quantidade de doses do primeiro lote, é que, primeiro, serão vacinados os profissionais de saúde que atuam em hospitais, os chamados profissionais da linha de frente, e não mais os profissionais de saúde em geral.

Com a prioridade na imunização, os profissionais da linha de frente da saúde receberão a vacina no próprio local de trabalho por equipes da Secretaria Municipal de Saúde e não mais no Centro Esportivo do Trabalhador. Serão atendidos os técnicos em enfermagem, enfermeiros e médicos do Hospital Augusto de Oliveira Camargo (Haoc), do Hospital Santa Ignês, do Hospital Vera Cruz e da Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

“Essa quantidade de vacinas que o município vai receber nesse primeiro lote foi informado agora há pouco. Essa alteração foi necessária para que a gente pudesse, realmente, tornar a vacina acessível àquelas pessoas que mais precisam”, informou a secretária municipal de Saúde, Graziela Garcia.

“Na medida em que as vacinas forem produzidas, novos lotes serão encaminhados para o município – a exemplo do que já acontece com outras vacinas –, e outras pessoas entrarão nesses grupos prioritários”, explicou a secretária.

Os idosos acima dos 60 anos, que estão no grupo da primeira etapa da vacinação, serão imunizados conforme a chegada das doses da vacina ao município.

Assim, depois dos profissionais da linha de frente da saúde, têm prioridade na vacinação os idosos e profissionais dos institutos de longa permanência (os chamados asilos) e os idosos acima dos 60 anos.

O envio da segunda dose para o público da primeira etapa da vacinação, segundo a secretária da Saúde, já foi garantido pela Secretaria de Estado da Saúde.

Todos os públicos prioritários precisam fazer o cadastro no site da Prefeitura, para receber a vacina. O cadastramento foi aberto na segunda-feira (18/1).

Em apenas dois dias, 24.295 já fizeram o cadastro, segundo a secretária municipal de Relações Institucionais e Comunicação, Graziela Milani. Deste total, 17.919 são idosos acima dos 60 anos, 5.019 são profissionais de saúde e 1.357 são idosos acamados. O público-alvo da primeira etapa da vacinação engloba 35.111 pessoas.

A terceira mudança no plano de vacinação é em relação a data de início da aplicação das doses. Anteriormente, estava prevista para o dia 25 deste mês. Agora, depende da data efetiva da chegada das doses, para que as equipes da Secretaria Municipal de Saúde comecem a percorrer os hospitais, para vacinar os profissionais da linha de frente.

“Na medida em que forem chegando a vacina, nós vamos disponibilizando as datas para os grupos prioritários por e-mail e wthatsApp informados no cadastro”, explicou o prefeito Nilson Gaspar (MDB).

“Eu gostaria de estar aqui, hoje, anunciando um plano de imunização em massa, na nossa cidade. Mas, não tem jeitinho, gente. Essa vacina vem do Governo do Estado e do Governo Federal, não existe para comprar e a gente tem que aguardar a disponibilidade da fabricação e de entrega dessa vacina, por meio do Plano Nacional de Imunização, que é do Governo Federal junto com os Estados”, explicou o prefeito. “Eu vou esperar a minha vez, vou esperar o momento que a vacina for liberada para a minha faixa etária”, concluiu Gaspar.

EMOÇÃO PELA VACINA

Questionados pelo Blog da Pimenta, o prefeito e as secretárias da Saúde e de Comunicação, além do médico Luiz Finotti, que integra o Comitê Municipal para o Enfrentamento da Covid-19, falaram sobre o sentimento deles diante da autorização para o uso emergencial da vacina pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), no último domingo (18/1).

“O meu sentimento foi de muita esperança. Foi impossível não se emocionar, no domingo, ao ver a primeira brasileira sendo vacinada. Eu e a Graziela (secretária da Saúde), conversamos por WhatsApp, na ocasião, e, realmente, foi muito emocionante. Então, meu sentimento foi de esperança e de emoção”, contou a secretária de Comunicação, dra. Graziela Milani.

“Na verdade, eu estou muito aliviado porque o que a gente está vendo, hoje, é uma tensão em relação a: ‘quando eu posso, quando eu devo, quando eu irei tomar a vacina?’ Isso é muito bom. Para nós que estamos na linha de frente, que estamos no combate ao coronavírus, saber que as pessoas estão realmente querendo fazer o que deve ser feito (tomar a vacina), para ajudar no combate, é emocionante. O combate está difícil, a gente realmente está cansado. Os profissionais estão há meses, quase um ano, trabalhando incansavelmente. Então, saber que tem uma luz no fim do túnel, que as pessoas estão dispostas a nos ajudar nessa solução, é muito gratificante”, comentou o médico Finotti.

“Resumidamente, eu fiquei muito emocionada porque a primeira coisa que me veio em mente foram as famílias que perderam um ente querido, as pessoas que não tiveram a oportunidade dessa vacina. E nós estamos aqui e vamos ter a oportunidade de nos vacinar. Quantos nós perdemos! A nossa cidade perdeu mais de trezentas pessoas que não tiveram essa chance. Até aproveito e peço calma para as pessoas porque nós precisamos atingir setenta por cento de imunização no município, para ter a tão sonhada imunidade de rebanho, a imunidade geral. Então, é muita gente que vai ser vacinada e vai ter vacina para tudo isso. A gente só precisa ter calma e fazer a vacinação nos grupos prioritários primeiro”, disse a secretária da Saúde, Graziela Garcia.

“É uma alegria enorme para mim ter a vacina. A gente nunca fez uma vacina tão rápido como foi feita essa vacina que nós estamos recebendo aqui no Brasil. Mas, o pedido que eu faço, já que ainda vai demorar um pouquinho para vacinar todo mundo, é para todos usar a máscara, álcool em gel, se cuidar. Evitem as festas particulares. Tem muita gente indo para a praia e voltando contaminado, já fiquei sabendo de umas quatro pessoas hoje. Então, tem que se cuidar”, pediu o prefeito Nilson Gaspar.

“Mesmo depois que tomar as doses da vacina tem um tempo para a vacina fazer a reação dentro do nosso corpo. Vamos ter prudência, responsabilidade. Daqui a pouco vai estar todo mundo imunizado e, se Deus quiser, a nossa vida vai voltar ao normal”, acrescentou.

“Todo mundo já sabe o que fazer, mas, alguns insistem em passar do sinal amarelo. Não vamos passar, não. Eu tive um problema em casa e vocês não sabem a dor que é isso aí”, afirmou o prefeito.

No dia 23 de dezembro de 2020, o prefeito perdeu o pai, Alcides Gaspar, conhecido como Cidão Gaspar, que morreu aos 83 anos vítima da covid-19.

“Inclusive, a minha mãe, com 90 anos, acabou pegando (a covid) também. Ontem mesmo ela perguntou pra mim: ‘quando eu vou me vacinar?’ Até ontem, era dia 8 (de fevereiro); hoje, já ficou indefinido. Mas, isso não está longe de acontecer. Nós estamos trabalhando para vacinar a população o mais rápido possível”, concluiu Gaspar.

 

A secretária da Saúde, Graziela Garcia; o prefeito Nilson Gaspar; a secretária de Comunicação, Graziela Milani, e o médico Luiz Finotti, na transmissão ao vivo, na noite desta terça-feira (Foto: Reprodução/Facebook)

Fonte: Blog da Pimenta

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias
Comentários estão fechados.

Leia também

Manpower abre vagas para Jovem Aprendiz em Jundiaí

A P&G está com processo seletivo aberto para vagas de estágio e CLT na unidade de Louv…