Connect with us

Notícias

Um pedacinho da Alemanha na área rural de Campinas

Artigo

em

Eles são festeiros, gostam de chopp e joelho de porco. Mas não perdem os cultos luteranos realizados na centenária igreja do bairro, preservam suas tradições e cultura, além de trabalhar muito nos sítios. Estamos falando da comunidade alemã no bairro Friburgo, região Sudeste de Campinas. Considerado um pedacinho da Alemanha incrustrado na divisa de Campinas com Indaiatuba e encostado no aeroporto de Viracopos, o bairro é afastado, bucólico, sedia uma produção rural diferenciada, mas sofre com o abandono.

Quem percorre seu núcleo no meio da semana chega a comparar com um bairro fantasma, empoeirado e sem ninguém nas ruas, embora os patrimônios históricos estejam bem preservados.

LEIA TAMBÉM

Nos arredores a produção agrícola familiar é forte: hortas (estufas e hidroponia), uva, café, milho, feijão e pecuária de corte. Vários pesqueiros com restaurantes povoam a região, junto a muitas chácaras de lazer. Nos finais de semana as atividades acontecem no núcleo histórico, onde ficam a Igreja Luterana, a Associação Escolar e o Cemitério dos Alemães, pontos que valem a pena conhecer. As famílias e turistas que andaram afastados por conta da pandemia começam a voltar. Mas são os eventos da comunidade alemã (confira a agenda) que movimentam o bairro centenário com festas e atividades culturais sempre realizadas no pátio da Igreja Luterana, um imovel tombado pelo patrimônio histórico.

Guardião da história

Hedio Ambrust Júnior, mais conhecido como Hedinho, é da terceira geração de imigrantes. Seus bisavós eram alemães mas ele nasceu no bairro há 52 anos, onde mora até hoje, cuidando da produção de uvas Niagara na propriedade que é da família há 130 anos. Entusiasmado com a história e as tradições, é um dos maiores incentivadores da preservação dos costumes e cultura. Se precisar de informações sobre o bairro, a história, as festas, a indicação é a mesma sempre: fala com o Hedinho! Ele comenta que hoje apenas cerca de dez famílias de descendentes moram e produzem no local. Boa parte foi embora com as desapropriações para a ampliação do aeroporto de Viracopos.

Em 2008, quando foi divulgada pela Infraero que o bairro perderia uma área de 30 mil metros quadrados – incluindo os prédios históricos da igreja, escola e cemitério – a comunidade iniciou uma batalha jurídica que durou cerca de três anos para impedir sua derrubada. “Foi uma luta triste e trabalhosa”, lembra Hedinho, mas pelo menos os prédios históricos foram mantidos. Muitas residências foram derrubadas e, segundo relato na época da historiadora Daisy Ribeiro, nenhuma construção de Viracopos será feita naquela área, pois é um local com restrições de ocupação chamada de curva de ruído.

Um projeto para incluir Friburgo no roteiro turístico de Campinas, com qualificação e quantificação da oferta turística da colônia alemã chegou a ser feito em 2005. Mesmo com a conclusão do projeto de recuperação da memória, das imagens e documentos do bairro feita pelo Centro de Memória da Unicamp e do planejamento turístico feita pelos alunos da Faculdade de Turismo da PUC-Campinas, a desapropriação da área desanimou parte da comunidade. Mesmo assim, relata Hedinho, eventualmente chegam grupos de turismo pedagógico organizados pela Prefeitura ou pelo Sesc, com pessoas interessadas em conhecer a tradição e são recebidos pelo grupo de dança Tanzgruppe Friedburg (que também se apresenta em eventos).

Vivências na roça

O Sítio São José pertence a várias décadas à família de Vico Abacherly, de origem Suíça. Localizado no bairro Friburgo, desde 2003 começou a ser projetado pela terceira geração da família para ser incluído no circuito de turismo rural. Em 2014 essa ideia ganhou força com os descendentes, que resolveram implementar a estrutura necessária. Vitória, que é casada com Guilherme Abacherly (neto do fundador) conta que hoje são cinco famílias morando e produzindo no local, onde cultivam café, feijão, milho, goiaba e uva. Seus produtos abastecem o armazém aberto ao público nos finais de semana, com vinhos, doces, pamonha e curau, café, fubá, mel, queijos etc.

Aos sábados, domingos e feriados toda a propriedade é aberta a visitantes das 8 h às 17 h. Em instalações simples e rústicas a família Abacherly serve seu café na roça, almoço caseiro no fogão de lenha e ainda petiscos na lanchonete. Vitória explica que as crianças podem passear no bonde (puxado por um trator), andar de pônei e visitar o recanto dos animais (com coelhos, porquinhos da Índia e cabras), enquanto os adultos podem sair a cavalo por uma trilha de 2 km na mata. Há ainda a tulha de artesanato (com objetos em cerâmica, enfeites, sabonetes artesanais etc.), a plantação vertical de morangos (cultivados em sacos com palha de arroz queimada) e o orquidário (orquídeas, cactos e suculentas). Para conversar com o pessoal do sítio pode usar o Whatsapp (19) 99879 8146. E para saber a rota de chegada, basta colocar no Google Maps: Sítio São José Turismo Rural.

A colônia e seu patrimônio

Quando a abolição da escravatura começou a ser discutida no Brasil, fazendeiros paulistas ficaram preocupados com a possível falta de mão de obra e se anteciparam em buscar trabalhadores imigrantes. A imigração de alemães e suíços foi incentivada pela escassez de terras em seus países de origem, agravada pela fome e altos impostos. A região cafeeira de Campinas recebeu grandes grupos (vindos principalmente de Schleswig-Holstein, norte da Alemanha, mas também com algumas famílias do Cantão de Berna, na Suíça) que trabalharam nas fazendas para pagar as dívidas da viagem e juntar recursos para comprar terras próprias.

A área de cerca de 800 alqueires cortada por vários riachos no centro do triângulo formado entre as cidades de Monte Mor, Campinas e Indaiatuba chamou a atenção de 34 famílias que se mudaram para o local, batizado de Friedburg, que significa Castelo da Paz. A historiadora Mirza Pellicciotta registra que a colônia de Friburgo surgiu entre 1864 e 1877. Eles começaram plantando culturas de subsistência (batata, arroz, feijão, milho e café) atém de manter rebanho de leite, e a produção era comercializada em Campinas. No século 20 o nome mudou para Friburgo, facilitando a compreensão.

Sem escolas públicas próximas, as famílias assumiram a construção de uma escola local e assim nasceu, em outubro de 1879, a Sociedade Escolar do Bairro Friburgo. Todas as atividades sociais eram concentradas no prédio da escola, tradição que se mantém até hoje, 142 anos depois. Outra necessidade dos moradores da época era ter um cemitério, já que o transporte dos mortos para o Cemitério Protestante – que ficava em área onde hoje é a Avenida João Jorge, na Vila Industrial em Campinas – era difícil e caro. Depois de muito entrave burocrático o cemitério foi inaugurado em fevereiro de 1886.

Já no final dos anos 1920, os sitiantes de Friburgo decidiram erguer sua capela luterana, inaugurada em 1934, para sediar os cultos dominicais antes realizados nas residências. Mas foi somente em 2009 que o Conselho de Defesa do Patrimônio Artístico e Cultural de Campinas (Condepacc) reconheceu que o bairro Friburgo, implantado por alemães, é parte importante da história de Campinas e tombou como patrimônio histórico os imóveis da escola, da Igreja Luterana e o Cemitério dos Alemães.

AGENDA FESTEIRA

Acompanhe os principais festejos típicos da comunidade alemã do bairro Friburgo, divulgados pelo Facebook e Instagram @coloniaalemafriburgo. A pandemia deixou esses eventos suspensos por quase dois anos, mas eles começam a ser retomados e a expectativa é que em 2022 toda a agenda seja realizada. Os eventos são abertos ao público e realizados no pátio da Igreja.

Fevereiro – Almoço da fazenda para lembrar as comidas dos antepassados.

Abril – Comemoração da fundação da Igreja Luterana com culto, almoço, bingo, leilão.

Maio – Apresentações folclóricas de danças típicas da cultura alemã, com participação de grupos de várias regiões. Danças, comidas e bebidas.

Julho – Participação na Festa das Nações de Indaiatuba com danças folclóricas e comidas típicas.

Agosto – Festa da Colheita, onde é servido frango com polenta. Agradecimento da Igreja Luterana pelo sustento obtido da terra.

Setembro – September Fest é a tradicional festa do chopp, comemorando a chegada da Primavera. Tem campeonato do chopp de metro, danças e comidas típicas.

Outubro – Festa de aniversário de fundação da Sociedade Escolar, no 3º final de semana.

Dezembro – No início do mês tem almoço típico em prol da comunidade. Na véspera de Natal tem celebração especial na Igreja Luterana.

Os cultos na Igreja Luterana são realizados duas vezes ao mês, abertos a quem se interessar: no 2º domingo às 9h30 e no 4º sábado às 17h30.

COMO CHEGAR

Para chegar ao núcleo do bairro Friburgo, o motorista que parte de Campinas deve seguir pela Avenida das Amoreiras, continuar pela Avenida Ruy Rodrigues, passar pelo Terminal Ouro Verde, Terminal Vida Nova, Avenida Cambucci e seguir pela estrada Friburgo por cerca de 4 km. Esse trajeto demora aproximadamente 40 minutos, se partir do centro de Campinas. Se for utilizar aplicativos de trânsito (como Waze ou Google Maps), basta digitar Colônia Alemã de Friburgo ou Comunidade Luterana Campinas que a melhor rota é traçada.

NÃO CONFUNDA

É bem comum o bairro Friburgo ser confundido com Helvétia, pela proximidade e semelhança dos costumes, mas são bairros e municípios diferentes. Helvétia, também conhecido como núcleo rural do Fogueteiro, é um bairro formado originalmente por uma colônia de famílias suíças e fica no município de Indaiatuba.

PUBLICIDADE

Destaque

‘Bolsa Trabalho’ abre vagas para moradores de Indaiatuba; Veja como participar

Artigo

em

Por

Os interessados ​​terão até o dia 7 de fevereiro para se inscrever no programa do Governo do Estado de São Paulo.

O objetivo é qualificar profissionais desempregados, maiores de 18 anos e com renda não superior a meio salário mínimo per capita. Tem duração de cinco meses com dotação mensal de R$ 540,00.

LEIA TAMBÉM

Os cursos profissionais virtuais oferecidos pela Univesp (Universidade Virtual do Estado de São Paulo) têm um total de seis opções com duração de 80 horas e carga horária diária de 4 horas. Os temas abordados são auxiliares de produção e controle de estoque, administração, gestão de pessoas, organização de eventos, procedimentos e serviços administrativos, secretaria e recepção.

Os interessados devem se inscrever pelo link: www.bolsadopovo.sp.gov.br. As inscrições são gratuitas e, apenas de forma On-line. São necessários os seguintes documentos: rg, cpf , carteira de trabalho e comprovante de endereço. Mais informações entrar em contato pelo telefone: (19) 3816-9252

SERVIÇO

DATA DE INSCRIÇÃO: 26/01 até 07/02/2022

LINK: www.bolsadopovo.sp.gov.br.

TELEFONE: (19) 3816-9252.

Com informações Prefeitura de Indaiatuba

Continue lendo

Notícias

Segunda Audiência Pública para Revisão do Plano Diretor acontece quinta-feira (27) em modelo híbrido

Artigo

em

Por

  • Publicação: 26/01/2022 09:33h
  • Redator(es): Sirlene Virgílio Bueno
  • Release N.º: 80

A Prefeitura de Indaiatuba, por meio da Secretaria de Planejamento Urbano e Engenharia, promove na quinta-feira (27), a segunda Audiência Pública para a Revisão do Plano Diretor Municipal (PDM) e Lei de Uso e Ocupação do Solo (LUOS). A apresentação da Proposta Técnica será realizada no Auditório da Prefeitura, a partir das 18h. Devido às restrições impostas pelo Governo do Estado em virtude da pandemia de Covid-19, a audiência será realizada de forma híbrida, com transmissão ao vivo por meio do canal Youtube oficial da Prefeitura, https://youtube.com/c/PrefeituradeIndaiatubaOficial. A população poderá assistir à Audiência Pública e encaminhar contribuições por meio de formulário específico, de maneira remota e segura.

O evento presencial será mantido para as pessoas que não têm acesso à internet e contará com controle de público e demais protocolos sanitários. O uso de máscara cobrindo o nariz e a boca é obrigatório durante toda a audiência, os participantes deverão apresentar o comprovante de esquema vacinal completo (2 doses ou dose única), ou portar resultado negativo de teste de Covid 19 do tipo PCR realizado em até 48 horas, ou do tipo antígeno realizado em até 24 horas, antes da data do evento.

De acordo com o secretário de Engenharia, o arquiteto Rubens Oliveira, o documento para download referente à Etapa 4 dos trabalhos que trata da Proposta Técnica para a Revisão está disponível no site da Prefeitura, na página da Secretaria de Planejamento Urbano e Engenharia – https://www.indaiatuba.sp.gov.br/engenharia/plano-diretor/. “Durante o evento, as sugestões e dúvidas sobre a proposta técnica (Etapa 4) poderão ser encaminhadas de forma virtual por meio do formulário que será disponibilizado na página da transmissão, até o final da apresentação técnica. Lembrando que as manifestação deverão envolver somente temas pertinentes ao conteúdo apresentado”, reforçou.

A revisão do Plano Diretor e a Lei de Uso e Ocupação do Solo tem como objetivo atualizar os principais instrumentos da Política Urbana, os quais organizam o crescimento e o funcionamento da cidade, por meio da definição de um conjunto de ações que devem ser promovidos pelo Poder Público para que todos os cidadãos tenham acesso à moradia, ao saneamento ambiental, à infraestrutura urbana, ao transporte, aos serviços públicos, ao trabalho e ao lazer, seguindo os direcionamentos do Estatuto da Cidade (Lei Federal nº 10.257/2001) e das Resoluções do Conselho da Cidade (em especial nº 25/2005 e nº 34/2005).

Como as leis servem de base para a política municipal de desenvolvimento e ordenamento territorial, a revisão deve ocorrer a cada dez anos, conforme estabelece o Art. 40 do Estatuto da Cidade e o Art.43 do Plano Diretor vigente (Lei Complementar nº 09/2010).

Os trabalhos para a revisão foram iniciados no final de 2019 pela empresa Geo Brasilis, com o suporte e acompanhamento dos técnicos da Secretaria de Planejamento Urbano e Engenharia. “Por conta da pandemia, o tempo decorrido entre o início dos trabalhos e esta segunda audiência foi maior do que o planejado, por isso vamos tornar o debate mais amplo com a realização de uma terceira audiência pública prevista para o mês de fevereiro. Com isso, pretendemos apresentar à Câmara Municipal uma proposta coesa, democrática e factível, com ampla participação popular”, ressaltou o secretário da pasta.

Entre as mudanças propostas na revisão do PDM estão a adequação do mapa de uso do solo com a inserção de todas as nascentes cadastradas após estudos contratados pelo Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgotos); a definição clara entre áreas urbanas e rurais, excluindo-se as área de expansão urbana que hoje não possuem índices e parâmetros urbanísticos, respeitando o Estatuto da Cidade; formulação de diretrizes e políticas necessárias à estruturação, ao ordenamento e ao desenvolvimento sustentável dos meios urbano, rural e das indústrias; proporcionar a aprovação de um Plano ajustado à realidade do município; e propor soluções técnicas inovadoras adequadas à dinâmica urbana e territorial de Indaiatuba, com suas vocações e potencialidades, expansão urbana, conflitos de usos existentes, deficiência de infraestrutura e análise crítica do Plano e da Lei de Uso e Ocupação do Solo vigentes.

Notícias relacionadas

Com informações Prefeitura de Indaiatuba

Continue lendo

Notícias

Curso técnico de química da Fiec conquista recertificação do selo de qualidade CRQ IV-REGIÃO com nota máxima

Artigo

em

Por

  • Publicação: 25/01/2022 16:13h
  • Redator(es): Wanielly Amorim
  • Release N.º: 79

O prefeito, Nilson Gaspar e o superintendente da Fundação Indaiatubana de Educação e Cultura (Fiec), Geraldo Garcia, receberam nesta terça-feira (25/1), a placa que simboliza o Selo de Certificação do Conselho Regional de Química (CRQ / IV Região), entregue pela gerente de fiscalização, Andrea Mariano.

No Estado de São Paulo apenas 9 cursos técnicos de Química, de 6 instituições, possuem a certificação vigente do selo que reconhece e atesta a qualidade do curso e a competência da instituição. O curso oferecido pela Fiec, já obteve três certificações do selo que é válido por três anos, a última renovação, foi conferida em novembro de 2021, por meio do Plenário da Câmara Técnica de Ensino do CRQ, certificando a nota máxima inédita à Fiec.

A gerente de fiscalização do conselho, informou que na história do selo, nenhuma escola/curso, havia recebido a nota máxima (cinco), da auditoria técnica do CRQ. “São várias etapas para auditar a qualidade do curso e a Fiec é a única instituição no Estado de São Paulo, a ter o curso de química avaliado com excelência. Parabenizo vocês por essa conquista”. Concluiu Andrea.

O prefeito Nilson Gaspar, parabenizou a equipe Fiec e os professores. “Indaiatuba tem mais de 400 empresas em atividades químicas e a grande maioria delas absorvem a mão de obra qualificada da Fiec, pois sabem da qualidade oferecida pelo curso, a conquista do selo é o retorno de que o trabalho está sendo bem executado”. Concluiu.

O superintendente da Fiec, creditou a conquista do selo aos docentes do técnico de Química

“Os professores são altamente capacitados e fazem um excelente trabalho de profissionalização do aluno. A Fiec oferece toda a infraestrutura laboratorial com modernos equipamentos, para que tenham a prática exata da área química”. Finalizou.

Para o coordenador dos cursos, Claudemir Borgo, o selo traz inúmeros benefícios principalmente para os alunos. “A revalidação do curso técnico, atesta não só a qualidade do curso e dos docentes, mas garante ao aluno alto índice de empregabilidade, pois é o diferencial que só a Fiec oferece em Indaiatuba”. Encerrou.

Também estiveram presentes na cerimônia de entrega do selo, o secretário de meio ambiente Guilherme Gaspar Magnusson, a diretora da Fiec Eliane Geiss, a assistente de direção Nilza Chavier, e a representante do Conselho Regional de Química na Fiec, Prof.ª. Marta Eliza Bérgamo.

Sobre o Programa Selo de Qualidade CRQ-IV

Criado em 2007, o Programa objetiva oferecer um instrumento de identificação e certificação das escolas comprometidas com a qualidade de ensino. Define parâmetros a partir dos quais as instituições podem se auto avaliar, fazer ajustes e assim proporcionar uma formação adequada às necessidades do mercado de trabalho. O Selo também serve como parâmetro para que estudantes possam escolher os melhores cursos, bem como para sinalizar às empresas onde buscar os melhores estagiários e profissionais para compor seus quadros de colaboradores.

Notícias relacionadas

Com informações Prefeitura de Indaiatuba

Continue lendo
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Destaque

DestaqueAtualizado há 3 horas

‘Bolsa Trabalho’ abre vagas para moradores de Indaiatuba; Veja como participar

Os interessados ​​terão até o dia 7 de fevereiro para se inscrever no programa do Governo do Estado de São...

DestaqueAtualizado há 16 horas

Veja a chegada do A321 da Minnie no Aeroporto de Viracopos

Desde a sua criação, a Azul Linhas Aéreas tem investido fortemente em marketing, tanto por conta própria quanto por meio...

DestaqueAtualizado há 19 horas

SEG Automotive abre processo seletivo pela internet para área de Produção e TI

Fornecemos soluções para os requisitos de mercado de hoje e de amanhã. Há mais de 100 anos, nossos motores de...

DestaqueAtualizado há 19 horas

EBF seleciona funcionários para trabalho em Indaiatuba

LEIA TAMBÉM Diárias no Royal Palm Plaza Resort, em Campinas, a partir de R$ 832 com pensão completa Bandidos mantém...

DestaqueAtualizado há 1 dia

Em comemoração ao aniversário de São Paulo, GOL oferece voos a partir de R$ 134,77

A GOL Linhas Aéreas, que tem na capital paulista um de seus principais hubs, formado pelos aeroportos de Congonhas (CGH)...

BrasilAtualizado há 2 dias

Bebê de 1 ano morre após auxiliar de enfermagem aplicar medicação errada

Luiz Eduardo Pedro Costa, de 1 ano e 6 meses de idade, que estava internado no Hospital de Bastos desde...

DestaqueAtualizado há 2 dias

Marfrig abre processo seletivo para Operadores, Técnicos e Analistas; Saiba como se candidatar

A Marfrig é uma empresa com presença e atuação global, com produtos consumidos por milhões de clientes em mais de...

DestaqueAtualizado há 3 dias

Lenovo abre inscrições para programa de empregos 2022

A Lenovo, empresa chinesa de tecnologia, anunciou a abertura de novas vagas de emprego em Indaiatuba e São Paulo. A...

DestaqueAtualizado há 5 dias

Polícia Federal cumpre mandados de prisão em operação contra o tráfico de drogas em Indaiatuba

Nesta sexta-feira (21), a Polícia Federal cumpriu mandados de prisão, busca e apreensão na segunda fase de repressão ao tráfico...

DestaqueAtualizado há 5 dias

Confira o calendário infantil da vacinação nos dias 24 e 25 de janeiro

A Prefeitura de Indaiatuba dá sequência à vacinação contra a COVID-19 para crianças de 5 a 11 anos no Espaço...

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

TAGS

+ VISTOS